Com certeza você já, se sentiu rejeitado por alguém. Se não foi uma rejeição real, ao menos o sentimento ficou. A rejeição é um dos maiores, senão, o maior sentimento negativo, que podemos sentir; Animais domésticos, quando se sentem rejeitados, deixam claro o estresse emocional com grunhidos, pulos e, no caso dos cães, com mordidas, logo, nos seres humanos, a rejeição tem um peso maior, com consequências diversas no individuo rejeitado.
Mas como superar a rejeição? A bíblia traz um excelente exemplo de superação deste sentimento negativo, através da vida de um cara chamado Zaqueu. A história sobre ele esta registrado em Lc 19. 1-10:

Jesus entrou em Jericó, e atravessava a cidade. Havia ali um homem rico chamado Zaqueu, chefe dos publicanos. Ele queria ver quem era Jesus, mas, sendo de pequena estatura, não o conseguia, por causa da multidão. Assim, correu adiante e subiu numa figueira brava para vê-lo, pois Jesus ia passar por ali. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e lhe disse: “Zaqueu, desça depressa. Quero ficar em sua casa hoje”. Então ele desceu rapidamente e o recebeu com alegria. Todo o povo viu isso e começou a se queixar: “Ele se hospedou na casa de um ‘pecador’ “. Mas Zaqueu levantou-se e disse ao Senhor: “Olha, Senhor! Estou dando a metade dos meus bens aos pobres; e se de alguém extorqui alguma coisa, devolverei quatro vezes mais”. Jesus lhe disse: “Hoje houve salvação nesta casa! Porque este homem também é filho de Abraão. Pois o Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido”.

Quem era Zaqueu?

Zaqueu era um homem conhecido em Jericó, porém, com uma má reputação. Ele era um homem rico, chefe dos cobradores de impostos para Roma em Jericó. Sua fortuna viera dos excelentes trabalhos prestados aos dominadores romanos, que precisavam de um nativo, que soubesse onde e como cobrar os tributos do povo dominado; Zaqueu, soube cumprir esses requisitos.
O problema é que cobradores de impostos, nunca foram bem vistos pela sociedade, seja atual ou passada, principalmente, quando os impostos são considerados extorsivos, como eram os impostos cobrado pelos romanos, do povo judeu.

Para piorar a situação de Zaqueu, a inveja de seus patrícios em relação as suas posses não ajudava em nada, e por mais que seu nome significasse puro ou inocente, era visto como ladrão e pecador pelo povo judeu de sua cidade.A principio, podemos concluir que Zaqueu sofria rejeição pela sociedade de Jericó, devido ao seu trabalho como publicano e sua fortuna, fruto deste trabalho, entretanto, a rejeição sofrida por seu trabalho, era apenas a ponta do iceberg; na verdade, o que fazia Zaqueu ser rejeitado por seus conterrâneos, era o seu tamanho.

A bíblia deixa claro, que Zaqueu era um homem pequeno, isso é abaixo da média da população da época; se levarmos em conta que a população judaica deste período tinha em média 1,60 mt de altura e pesava em média, um pouco mais que 50 kg, chegamos a conclusão, que para os padrões modernos, Zaqueu poderia ser um anão.

O fato de ser pequeno, levou Zaqueu a tomar decisões difíceis na vida, como a decisão de se tornar um cobrador de impostos para os romanos, uma posição social considerada de má reputação, devido ao fato dos publicanos, serem vistos como traidores da nação pelos judeus. Ocorre que Zaqueu só tornou-se publicano, porque era o que tinha para ele; um homem pequeno não servia para trabalhos pesados e não era requisitado para muitas funções, logo, só servia para ser palhaço de circo, ou trabalhar em cargos desvalorizados pelo resto do povo.

Foi por este motivo que Zaqueu se tornou um publicano, a serviço de Roma; não demorou e a rejeição que sofria devido ao tamanho, passou a englobar seu cargo; Diferentemente dos demais, publicanos, Zaqueu não tentou ganhar o respeito ou diminuir a rejeição da população, cobrando menos do que deveria, ou recebendo suborno do povo, ao contrário, ele se tornou o melhor cobrador de impostos da região na ótica dos romanos, e um vilão para o povo de Jericó; em reconhecimento ao seu esforço, o procurador romano da Judéia, o colocou como chefe da arrecadação de toda a região circunvizinha a Jericó, incluindo a própria cidade.

Superando a Rejeição

Zaqueu foi um vencedor! Apesar de sua baixa estatura e ser visto como um deficiente físico pela população local, ele não deixou que sua limitação física, se tornasse maior que sua vontade de viver, confortavelmente, na terra. Ele sabia que não servia para trabalhos braçais, ou que envolvesse força física, além disso, outros trabalhos intelectuais, foram lhe vedados por seus compatriotas, por isso, engoliu o que sobrava de orgulho próprio, e foi pedir emprego para os conquistadores romanos.

É bem possível que depois disso, sua família não o desejasse por perto; seus pais, evitavam serem reconhecidos como progenitores de uma anão, até porque, significava que eles haviam pecado contra a lei e por causa disso, Deus, havia os punido com um filho anão; Depois de se tornar publicano, ficou impossível para Zaqueu frequentar a sinagoga de Jericó;
Mas o que Zaqueu fez para superar a rejeição? Ele se tornou o melhor no que fazia! Ele sabia que se esperasse por aceitação popular, morreria esperando, mas se fosse excelente em uma atividade, as pessoas teriam que engoli-ló! Em outras palavras, se ele fosse o melhor publicano da região, os romanos o recompensariam com riquezas e posição social, e seus conterrâneos e familiares teriam que conviver com isso.

De fato, Zaqueu conseguiu tudo isso, mas continuou sendo rejeitado pelas pessoas, chamado de ladrão e considerado um pecador mundano, proibido de entrar na sinagoga de Jericó. Até que ouviu falar de Jesus, o galileu, um cara que era conhecido pelos milagres que fazia, além disso, este mesmo Jesus, não agia como os Judeus ilustres que se afastavam de qualquer pessoa considerada de má reputação pelos povo, ao contrário, Zaqueu ouvirá falar que Jesus chamará um publicano para ser seu discípulo e ainda tinha coragem de jantar na casa de seus colegas; Logo, o pequeno homem ficou curioso para encontrar esse mestre diferente, sua curiosidade pode ser sanada, justamente, no dia em que Jesus resolveu passar por Jericó, indo em direção a Jerusalém; Zaqueu tomou uma atitude, ele se antecipou a multidão, se esforçou e sofreu para subir em uma árvore espinhenta e esperou Jesus passar para poder vê-lo.

Imagine ser rejeitado por sua família, ser escravizado, ser punido com a prisão por um crime que não cometeu, e ainda assim, superar tudo isso e alcançar seu sonho? Conheça a surpreendente história de José, e as lições que podemos tirar dela, para vencemos os obstáculos de nossa vida!

jose-pq

Agora imagine, você andando pela rua com uma grande multidão ao seu redor e de repente, pendurado em uma árvore, esta o prefeito da cidade!

Zaqueu subiu na árvore, mas antes engoliu o orgulho da posição social que ocupava; ele não esperava que Jesus fosse lhe olhar nos olhos e dizer para descer de lá, ele, simplesmente subiu e pronto!
Porém, a surpresa foi Jesus parar debaixo da árvore e dizer em alto e bom som, seu nome e que desejava pousar em sua casa! A bíblia deixa claro a reação de Zaqueu: desceu de pressa e recebeu Jesus com muita Alegria!
Ninguém, havia até aquele momento, tinha reconhecido Zaqueu como um ser humano digno de atenção, quanto mais, como alguém desejável de ter como companhia! Todo o povo que o rejeitava, teve que ver e ouvir, que Jesus, o desejado da multidão, desejava a atenção de Zaqueu e se colocava sob seu teto, não tinha honrar maior do que essa!

Infelizmente, muitos das pessoas que estavam ali, não aceitaram ver o anão, ser reconhecido por Cristo e começaram a tentar pautar o comportamento do mestre, dizendo que este iria pousar na casa de um pecador, porém, Zaqueu respondeu rapidamente em alto e bom som, que estava disposto a doar metade de seus bens aos pobres e caso tivesse extorquido alguém, em seu trabalho de cobrador de impostos, devolveria 4x o valor tomado; Foi um balde de água fria em que esperava, fazer com que Jesus rejeitasse a Zaqueu; Todo mundo o chamava de pecador, não porque era ladrão ou corrupto, mas porque conseguira vencer na vida; havia prosperado, servindo aos conquistadores, apesar de sua pequena estatura; sua fortuna era motivo de inveja e despeito para as pessoas de Jericó, que percebiam o quanto eram incompetentes e irresponsáveis, afinal, um anão, vivendo na mesma cidade, ficará rico.

Conclusão

Jesus Curou a alma afligida de Zaqueu, com uma frase: “Porque este homem também é filho de Abraão.” Tudo o que Zaqueu desejava na vida, era isso: ser reconhecido como um homem participante do povo de Deus.
Os judeus de sua época, criam na tradição de que se a pessoa nascia com uma doença ou defeito físico, era porque estava sendo punida por Deus, por grave pecado futuro, ou por um pecado passado de seus pais; em todo caso, a pessoa não podia ser considerada descendente de Abraão, como os demais; Jesus muda essa sentença dizendo a Zaqueu que o verdadeiro filho de Abraão, era a pessoa que tinha fé em Deus.

Zaqueu tiverá fé que podia ver a Jesus; ficará feliz que receberá a honra de receber o mestre em sua casa; e estava disposto a entregar sua riqueza terrena, por uma noite em sua companhia.
Podemos buscar vencer a rejeição que sofremos da sociedade, da família ou mesmo de uma pessoa, através do esforço repetitivo em uma atividade unica, até que tornemo-nos o melhor nela;
De fato, se somos bons em algo, vamos ser reconhecido pelas pessoas; Porém, isso não significa que seremos amados e respeitados como um ser humano; pergunte isso, a qualquer negro, que se tornou excelente em algo ao ponto de enriquecer, mas que não pode andar em bairro de branco, sem que seja confundido com um trabalhador braçal ou até mesmo um criminoso.
Se você buscar vencer a rejeição, apenas com a obtenção de uma posição superior, ou com uma grande fortuna, vai descobrir que mesmo rico, continuará a ser rejeitado, talvez, até mais, do que antes, pois, agora, as pessoas te rejeitarão, não só pelo motivo que anteriormente, rejeitavam, mas também, porque sentem inveja da riqueza que você tem.
A única forma de vencer a rejeição, é somente e simplesmente, com o reconhecimento de Deus. Todo o ser humano, no mais profundo de sua alma, deseja ser reconhecido como filho de Deus. A revolta humana contra Deus, se deve a isso; a falta de reconhecimento divino de pecadores teimosos e que desejam, serem filhos de Deus, sem largarem a vida de pecado.
Todavia Jesus, continua a perdoar pecados e continua a reconhecer pecadores arrependidos como filhos de Deus.
Ninguém mais entende de rejeição e sofrimento do que Jesus. O profeta Isaías, assim disse sobre Jesus:

“Ele cresceu diante dele como um broto tenro, e como uma raiz saída de uma terra seca. Ele não tinha qualquer beleza ou majestade que nos atraísse, nada em sua aparência para que o desejássemos.
Foi desprezado e rejeitado pelos homens, um homem de tristeza e familiarizado com o sofrimento. Como alguém de quem os homens escondem o rosto, foi desprezado, e nós não o tínhamos em estima.”

Isaías 53:2,3

Se você se sente rejeitado, Jesus, entende perfeitamente seus sentimentos. Talvez, a vida de rejeição te levou a tomar decisões difíceis que mantiveram você, vivo, porém, devido as estas decisões, você é mal visto pela sociedade e por sua família; saiba que Jesus, entende perfeitamente, sua decisão, e esta disposto a se encontrar com você!

E você esta disposto a se encontrar com Ele?

Elias foi um dos caras mais resilientes da Bíblia, justamente, porque soube suportar as dificuldades da vida, mais nem sempre foi assim… que ver? As 10 lições que aprendi com o profeta Elias.

elias-pq