Imagine que você tenha que percorrer os extremos norte e sul do território brasileiro- Oiapoque ao Chui- ao todo 4.394 km, porém, deve percorrer essa distância a pé ou sob o lombo de uma tração animal, quanto tempo você acha que gastaria para percorrer toda esta distância?

extremos do Brasil

Independente do tempo que você acha que leve, ou, se você acha que a hipótese de percorrer toda esta distância é algo idiota, saiba que apresentei a questão para ilustrar o quão difícil é, percorrer grandes distâncias sem o uso da tecnologia atual, agora, imagine fazer um percurso semelhante ha 1900 anos atrás?

imperio romano extensao maxima 117
Extensão Máxima do Império Romano

Os primeiros cristãos levaram de 30 à 40 anos para evangelizarem o império romano, sem que tivessem motores movido a combustível fóssil, vapor ou elétrico, sem que houvesse comunicação por sinais de rádio, magnético ou visual, no entanto, no século 21, praticamente metade da população do planeta- 3,2 Bilhões de pessoas- jamais ouvi falar de Jesus! Qual era a diferença entre os cristãos primitivos e os atuais? E o que devemos aprender com eles?

Os cristãos do primeiro século, esperavam Jesus, ainda em Vida!

Os cristãos do primeiro século, levavam a realmente a sério as palavras dos anjos em At 1.11:

E disseram: Homens da Galiléia, por que vocês ficam aqui olhando para cima? Jesus foi embora para o céu, e algum dia, tal como foi, Ele voltará!”

Este tipo de sentimento tem se esvaído por parte de nós cristãos atuais! É uma importante lição que todo cristão precisa guardar: Imaginar Jesus voltando pra ele, a qualquer momento! Agora, um detalhe: Jesus tem voltado para todos os cristãos, em todas as épocas! Através da morte física, no encontramos com mundo espiritual, se estamos preparado, nos encontramos com Cristo, senão o castigo eterno nos aguarda.

Portanto, aqui está a primeira lição: Os cristãos pentecostais precisam esperar ansiosamente a volta de Cristo Jesus, se quiserem evangelizar o mundo como os primeiros cristãos fizeram.

Os cristãos do primeiro século, não buscavam salvar a todos!

Pode parecer estranho o título, mas os cristãos não buscavam salvar a todo ser humano que encontrava pelo caminho! Eles simplesmente cumpriam o que Jesus tinha dito: Ir por todo lugar dizendo as Boas notícias de Salvação por meio do sacrifício de Jesus, quem cresse, era batizado e salvo e quem não cresse, já estava condenado. Pronto! Era isso e seguiam em enfrente! Se a pessoa aceitasse a mensagem era discipulada no evangelho de Cristo, senão, os cristãos simplesmente, tiravam a poeira dos pés, batiam a roupa e seguiam enfrente, em direção ao próximo ouvinte.

O problema de muitos cristãos pentecostais é que querem salvar todo mundo, querem levar todos ao céu, algo que nem o próprio Jesus fez! Ele mesmo disse na parábola do semeador, Mc 4. 1-20, que existiam terrenos que não produziriam frutos algum! Essa insistência em tentar salvar alguns teimosos, acabam por desgastar as energias que poderiam ser usadas, no evangelismo de quem ainda não ouviu sobre Evangelho de Jesus.

Os primeiros cristãos entenderam bem a mensagem do Mestre. Simplesmente anuncie, se a terra for boa, por mais que demore, a semente vai produzir uma nova planta.

Os cristãos do primeiro século, usavam estratégias para alcançar resultados!

Os primeiros cristãos usaram de algumas estratégias para alcançar o resultado que desejavam: anunciar a Jesus Cristo, ao mundo conhecido de então! A primeira coisa que os cristãos pentecostais ou não, devem ser atentar é onde queremos chegar. Se ficamos tentando salvar todo mundo, jamais conseguiremos cumprir o IDE de Jesus, porém, se focarmos no que os primeiros cristãos fizeram, é possível que Jesus Cristo, volte nas nuvens para a nossa Geração! Digo isso, porque o próprio Jesus disse que antes de sua vinda o seu evangelho seria pregado a todas as nações, Mc 13.10:

E a Boa Nova deve primeiro tornar-se conhecida em todas as nações, antes que venha finalmente o tempo do fim.”

As estratégias dos primeiros cristãos eram variadas e foram usadas conforme o Espirito Santo lhes dirigiam:

  • O uso de milagres, curas para chamar atenção do povo, para a pregação do evangelho. Exemplo: o caso do paralítico da porta formosa do templo de Jerusalém, curado por Pedro e João.

  • O uso da comunhão fraternal entre os primeiros cristãos, como forma de despertar o desejo de fazer parte do grupo, nos pagãos. Exemplo: o fato mencionado em Atos dos Apóstolos, que a igreja aumentava continuamente, após se tornar público as reuniões de adoração e oração e os serviços assistenciais prestados aos membros da igreja.
  • O uso das adversidades e perseguições como ‘incentivo’ a propagação do evangelho. Exemplo: a perseguição promovida por Saulo e outros judeus, que espalhou os cristãos reunidos em Jerusalém, para os países vizinhos, fazendo que novas igrejas surgissem em Antioquia da Síria, Samaria e Alexandria do Egito;

  • Aproveitando ocasiões do momento para falar de Cristo. Exemplo: Paulo que após o naufrágio em Malta, é picado por uma serpente e aproveita atenção do povo, despertada pelo fato de não sofrer com o veneno, para anunciar o evangelho de Cristo.
  • Explicando a mensagem de Cristo, através da cultura do ouvinte, isto é, fazendo se entender o porque de Jesus vir ao mundo e morrer numa cruz de forma que a pessoa entenda o motivo, usando com isso, elementos de sua cultura. Exemplo: Paulo usando os costumes e tradições judaicas para se aproximar dos judeus, e falar do evangelho de Cristo ou utilizando a idolatria dos atenienses para apresentar uma ‘novo deus e uma nova seita’ aos idólatras gregos, porém, apresenta o Deus que não se vê e o evangelho de Jesus Cristo.

E ai, gostou do  artigo? Que tal abençoar minha vida? Tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida. Desde já, obrigado por sua Generosidade, e que Deus o abençoe cada vez mais!

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios