Há sempre novos gigantes para se derrotar! Muitas vezes derrotamos um golias, para descobrir algum tempo depois, que ele, não só, tinha irmãos, como estes são mais maiores e mais fortes do que ele!

Davi venceu Golias e por um bom tempo, teve paz e reconhecimento por parte de seu povo, porém, após alguns anos, novos gigantes, surgiram para o enfrentar. Muitas vezes vencemos adversidades que consideramos difíceis e por algum período de tempo, temos confiança em nós mesmos para seguir enfrente, até que nos deparamos com outros gigantes, que em nossa mente, já deveriam estar extintos, entretanto, estão parados diante de nós.

Alguns anos atrás, passei por um período de depressão, tempo este, que vivi em um estado de letargia, alternando períodos de relativa alegria, com períodos de uma sensação de angustia constante e desalentadora; nesta época alternava, dias de grande animação e ativismo, com dias de profundo desanimo e sono; até que consegui superar esta barreira, após conseguir um bom emprego e uma pequena, porém, significante, liquidez financeira;

Passado 5 anos após a superação do ‘gigante’ que achava difícil vencer, es que me encontro enfrentando outro! Há alguns dias perdi a vontade de escrever, logo, uma das coisas que melhor faço; Desanimei do meu blog pessoal e também de escrever meu próximo livro; novamente o velho padrão de atividade pré-depré ressurgiu, quase que instantâneo; dias de intenso ativismo, alternados por dias de desanimo angustiante;

Infelizmente o gigante desta vez é maior e mais forte que primeiro; Se antes meu problema estava ligado a minha condição financeira e aos efeitos que isto causava na minha vida social e religiosa, agora, independente ou não de ter dinheiro, esta ligado a uma angustia incapacitante e teimosa que insiste em voltar. O mais estranho é que ao procurar o porque dela, a única coisa que eu percebo é uma sensação do nada, do impalpável, do oculto, aquilo que sua mente não consegue conjecturar, você apenas sente, não a vê, não a ouve, mais sabe que está lá!

Nestas horas, vem a mente aquele hino, o 193, da harpa cristã, “porque te abates, ó minha alma? E te comoves, perdendo a calma?[…].”

O mais frustrante desta crise é que já passei por isto. Já senti isto antes e sei como foi que me afundei, porém, mesmo sabendo, continuo errando nos mesmos erros, e as minhas pedras não acertam a testa do irmão de golias. Em momentos assim, o certo é procurar ajuda, de amigos ou familiares ou algum profissional psicoterapeuta, para ao menos conversar, entretanto, é justamente o contrário do que tenho feito; de certo modo é quase como se me arrastasse até gigante, suplicando-o para que corte a minha cabeça fora; insano, não é?

Mas o que fazer? A parte final do verso do hino 193, termina assim: “Não tenha medo, em Deus espera, Porque bem cedo, Jesus virá.” Sei que a resposta está ai, como? Escrevi partes do meu 1º livro falando exatamente, como fiz, para superar meu gigante de melancolia, que me deixava deprimido, e a principal receita era esperança em Deus;

Dias atrás, li um texto em Lamentações de Jeremias, 3.26-32, onde o profeta, fala da importância que a solidão e mesmo a angustia têm, na formação de um homem, ele diz:

“O melhor é ter esperança e aguardar em silêncio a ajuda do SENHOR. E é bom que as pessoas aprendam a sofrer com paciência desde a sua juventude. Quando Deus nos faz sofrer, devemos ficar sozinhos, pacientes e em silêncio. Devemos nos curvar, humildes, pois ainda pode haver esperança.

Quando somos ofendidos, não devemos reagir, mas sim suportar todos os insultos. O Senhor não rejeita ninguém para sempre. Ele pode fazer a gente sofrer, mas também tem compaixão porque o seu amor é imenso.”

Tá ai, o que me mantém de pé, diante, do novo gigante: esperança em Deus!

Já passei por isto antes, e venci!

Pela fé, eu vou vencer novamente, e o principal motivo de minha fé é que Deus tem misericórdia das pessoas, Ele não rejeita ninguém para sempre!

Talvez, você leitor, esteja como eu, desanimado, solitário e com uma angustia persistente em seu coração, eu não posso te curar disso, mas posso te lembrar que nenhum sentimento ou situação por pior que seja, dura para sempre; uma hora isso vai acabar, até lá, creia e espere por dias melhores!

E um último conselho: leia a bíblia, o Autor dela é especialista em mudar caos em bençãos!

E ai, gostou do  artigo? Que tal abençoar minha vida? Tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida. Desde já, obrigado por sua Generosidade, e que Deus o abençoe cada vez mais!

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios