Caná da Galileia. Ele era um parente próximo a Herodes, oficial de sua guarda, geralmente, um homem tranquilo e jovial, mas naquele momento estava aflito e ansioso;

Seu filho adolescente estava enfermo; ele conhecia aquela doença, sabia, que poucos conseguiam escapar com vida, dai sua aflição; entretanto, existia algo que podia ser feito, ou melhor, existia alguém que podia curar o adolescente;

Ele o conhecera em uma festa de casamento, ocorrida na cidade, alguns meses antes; não conversara, pessoalmente com o sujeito, mas notou que ele andava com alguns homens que o tratavam por superior;

Dias depois, soube pelo noivo, o que tal de ‘Jesus’ fizera na cozinha da festa, quando o vinho da festividade acabou; segundo, o noivo, ele havia ordenado que colocassem aguá nas talhas de pedra usadas nas purificações ritualísticas e que após isso, a aguá misteriosamente havia se tornado em vinho; não sabia ao certo como, o tal de ‘Jesus’ havia feito a transformação da água em vinho, mas aquele vinho, era o melhor que tinha tomado em sua vida; ainda se lembrava do sabor e da textura do vinho na boca, e agora, ficará sabendo por um colega de trabalho, que tal de Jesus, estava vindo da Judeia para Galileia e que passaria perto de Caná;

Ele não tinha visto a transformação da água em vinho, mas tinha certeza que se o cara conseguia fazer uma transformação de um líquido para outro, podia curar seu filho; ele só precisava encontrar se com o tal Jesus;

Não foi difícil encontrá-lo, havia uma multidão o seguindo; A parte difícil foi conseguir chegar perto dele, o suficiente para uma conversar; esperava que ele, o seguisse até em casa e operasse a cura no garoto, e assim, ele matava 2 coelhos com uma tacada: seu filho ficaria curado da doença e ainda observaria como era o processo de realização do milagre;

Só que, o tal Jesus, não aceitou vir a sua casa, mesmo após ele pedir com insistência e até sugerir que recompensaria o cara; No máximo que conseguiu foi uma ordem para volta para casa, porque o filho já estava curado; ele voltou e para sua alegria, o adolescente estava melhor;

A partir daquele dia, ele e sua família, passaram acreditar, no boato, de que aquele cara era o messias, o prometido de Israel; eles não tinha visto, nenhum sinal ou milagre, mas confiavam nas palavras daquele Homem.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 4º lição da CPAD para a classe de Jovens do 3º trimestre de 2018.

Lições Bíblicas 3° Trimestre de 2018 - Jovens Professor – CPAD

Ver pra crer!

A maior dificuldade do ministério de Jesus foi a falta de fé, do seu povo. Não importava, quantos milagres ele fazia ou fizera, o povo sempre queria mais e nunca era o suficiente para crer em suas palavras;

O engraçado é que diziam ter fé nele! Entretanto, não era uma fé baseada no valor de suas palavras e sim na quantidade de milagres e sinais que ele fazia;

Por outro lado, Jesus sempre ficava comovido, quando encontravam pessoas, que apenas, uma palavra sua, era o suficiente para crerem nele; o interessante destas pessoas, é que, na sua grande maioria, eram estrangeiros, vivendo na judeia ou na galileia, ou então samaritanos; por mais que não conhecessem as histórias de milagres que Deus fizera no passado, estas pessoas eram tão crédulas, que bastava ele dizer isso ou aquilo, e já era o suficiente para estas pessoas crerem nele.

Em contraste a estas pessoas, os judeus e os galileus, não só conheciam o poder de Deus, como observavam constantemente, jesus, realizando milagres, só que ainda assim, não conseguiam crer que ele era o messias enviado;

Eles amavam os sinais miraculosos, mas não levavam a sério, seus ensinamentos; não obstante, Jesus, não confiava neles;

Milagre ou Palavra

E você leitor, que tipo de fé, você tem em Deus? Uma fé baseada nos milagres que Deus fez em sua vida ou na vida de outra pessoa, ou a sua fé Nele, é baseada na sua palavra?

Você é daqueles, que espera ver para crer, ou apenas a história contada por alguém de sua confiança é suficiente para acreditar que é verdade?

A verdade que um testemunho de alguém conhecido, faz uma enorme diferença em nossa fé em Deus; Mas o essencial é confiarmos em sua Palavra; Se diz que Ele faz, é por que Ele faz!

O oficial de Herodes, esperava ver Jesus realizando um milagre, porém, apenas sua palavra foi suficiente para sua vitória.

Talvez você esteja passando por um vale profundo, uma dificuldade, aparentemente, insolúvel, entretanto, creia na Palavra de Deus!

Ela diz que tudo o que pedimos em nome de Jesus, crendo em seu poder, receberemos de Deus!

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios