Você sabe o que é santidade? Muitos cristãos e não cristãos acreditam que santidade é seguir um conjunto de regras e normas de uma instituição religiosa. Para muitos evangélicos Assembléianos, santidade é seguir os ‘usos e bons costumes’ implantados pelos pioneiros da instituição; Para os católicos é seguir os sacramentos e todo o emaranhado de regras pregadas pelo vaticano, neste processo de ‘santidade’ ajuda muito você viver de batina ou longo vestidos, como se estivesse na idade média; Contudo tanto os evangélicos Assembléianos, quanto os católicos estão errados a respeito de santidade.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 5º lição da CPAD para a classe de Jovens do 2º trimestre de 2018.

Lições Bíblicas 2° Trimestre de 2018 - Jovens Professor – CPAD

A melhor forma de entendemos  a santidade  bíblica é trocamos a palavra santidade pela palavra dedicação. No antigo testamento um objeto, pessoa ou animal era santificado através da separação exclusiva para uso da adoração a Deus; Em outras palavras, a pessoa,animal ou objeto era dedicado exclusivamente a serviço do Senhor; Portanto santificação nos remete a idéia de dedicação ao cuidado divino.

A santidade bíblica não esta ligada a como ser um santo, mas em quem somos santificados. Santificação é um estado em que vivemos quando nos aproximamos de Deus através da obediência de sua palavra. A primeira coisa que devemos considerar é que não são os nossos esforços que nós torna santo,  diante Deus, aliás, todo tipo de pseudo santidade humana é trapo de imundície perante o Senhor;

A segunda lição sobre a santidade é que não somos nós mesmos, que definimos,  se somos santos, é o Senhor Deus quem  diz ou achar isso de nós; Logo se é Deus quem defini o meu e o seu grau de  proximidade com ele,tanto eu, quanto você, não temos o direito de dizer  ou achar que somos mais santos do que os demais;

A terceira lição da santidade é que podemos evoluir ou involuir em nosso estado de proximidade com Deus. Para que possamos continuar cada vez mais perto do criador, é necessário que renunciemos os nossos desejos e o pecado que se agarra a nossa natureza humana, caso contrário, faremos o caminho reverso à santificação. Uma boa forma de entendermos o processo de santificação é através de uma analogia com uma locomotiva de passageiros. Quando uma pessoa se arrepende de seus pecados e reconhece a Cristo Jesus como Salvador é como se ela entrasse em um dos vagões da locomotiva da santidade, esta pessoa já esta vivendo uma vida santidade contudo ainda não é santa! Até que a locomotiva da santidade chegue ao destino final, ha um longo caminho que deve ser percorrido por todos aqueles que desejam viver uma vida dedicada a Deus; No meio do caminho haverá estações onde o passageiro, caso queira, poderá pular para fora do trem e voltar atrás, entretanto, quanto maior for a sua persistência em chegar ao destino final, maior será sua proximidade com Deus. O que nós torna santos é o grau da presença de Deus em nossa vidas!

Apóstolo Paulo estava animado com a igreja de Tessalônica, pois era igreja obediente ao seu pastor e buscava viver uma vida dedicada a Deus. Contudo, Paulo também se preocupava porque sabia que assim como podemos nos dedicar ao senhor, também, fazemos o caminho inverso. Em 1TS 4, Paulo exorta os cristãos tessalonicenses a não se desviarem da verdade do evangelho, em busca de novas revelações ou de planos mirabolantes de riqueza ou prosperidade. Hoje o que mais dificulta um cristão de se aproximar de Deus são os ecos que ele ouve a respeito de uma vida sem renúncias nas presença de Deus; Muitas vezes achamos que as tribulações, lutas e adversidades da vida vão nos fazer parar e voltar atrás, contudo,  na medida em que conhecemos a Deus e nos aproximamos dele, é como se nós, uma terra seca em meio a um clima quente e seco, recebesse do nada, um rio caudaloso que encharcasse toda a terra. O clima seco se torna úmido e a terra ressequida se torna encharcada, tudo isso graças a transformação que a presença de Deus causa em nossa vida.

O QUE MUDA QUANDO NOS APROXIMAMOS DE DEUS

Não é possível que uma pessoa se aproxime de Deus sem que sua vida seja transformada. Como disse no inicio deste artigo, santidade não é um conjunto de regras de uma instituição religiosa dizendo a você, o que deve fazer ou como se vestir, ou mesmo, como você deve adorar, contudo, uma pessoa que se dedica a Deus, não vive de qualquer forma.

Regras ou costumes tradicionais mudam conforme as gerações e a cultura,entretanto a palavra de Deus é atemporal. Isto significa que uma pessoa que vive uma vida santificada não esta presa a um conjunto de regras transitórias,sua vida é pautada pela palavra de Deus, contudo, uma pessoa que vive uma vida santificada por Deus, renúncia a si mesma em favor do bem comum; Em outras palavras, seguir os usos e costumes de uma igreja não me torna santo, entretanto, devido esta morto para mim mesmo e viver para Cristo, renuncio meu orgulho próprio e submeto-me as regras, a fim de que Cristo Jesus venha ser exaltado e que a minha liberdade em Cristo não cause escândalo a sua igreja.

O fato é que ao buscamos a presença de Deus e nos dedicarmos a ele, o nosso padrão moral e comportamental é mudado. Jesus disse certa vez que conheceríamos uma arvore boa ou ruim pelos frutos. O que ele estava ensinando é que uma pessoa é reconhecida pelo seu padrão de comportamento(frutos). Não podemos dizer se fulano é mais santo do que beltrano ou que siclano é mais espiritual por causa disso ou daquilo, mas podemos comparar seu padrão de comportamento com o que a palavra de Deus diz a respeito daqueles que são filhos de Deus e daqueles que estão vivendo para o pecado;

O padrão moral e comportamental de um cristão que se dedica a Deus, não é o mesmo pregado pelo mundo. Honestidade nos negócios é regra comum! A mentira deve ser enojado em todas as suas formas e variações. Os relacionamentos devem ser sadios, na medida em que depender do cristão.

O apóstolo Paulo exortou a igreja de Tessalônica a persistir em viver em santidade. Que nós possamos fazer o mesmo.

E você leitor, tem se dedicado a Deus? Tem tirado tempo para ler a bíblia ou orar? Dedicação a Deus não é apenas ir a igreja aos domingos. Ela envolve uma vida moralmente correta diante do que a bíblia ensina. E você esta conseguido viver essa vida?

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios