O ser humano ao nascer é a mais ignorante criatura entre os animais,contudo, ao chegar a fase adulta, tornar-se a mais inteligente do reino animal, tudo isso, ocorre através dos relacionamentos interpessoais; Através dos relacionamentos interpessoais , o ser humano conhece o mundo e aprende a conhecer a si mesmo. A forma mais importante de relacionamento interpessoal é a mentorização; A mentorização nada mais é do que o processo de aprendizado pai/filho ou professor/aluno, todo ser humano precisa deste paradigma para assimilar o mundo ao seu redor; O processo de mentorização pode ser feito através de vários métodos, por exemplo, o ensino de uma habilidade ou conhecimento e depois uma avaliação do aprendizado, ou ainda, o ensino de habilidade ou conhecimento e posterior recompensa pela atenção e aprendizado do aluno;

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 3º lição da CPAD para a classe de Jovens do 2º trimestre de 2018.

Lições Bíblicas 2° Trimestre de 2018 - Jovens Professor – CPAD

 A bíblia também oferece uma metodologia de aprendizado consistindo dos seguintes passos: ensino da habilidade ou norma, treinamento da habilidade ou norma,  posterior prova de aprendizado, caso o aluno seja aprovado é abençoado por Deus, caso reprove, sofre punições;  Por mais que os especialistas  da pedagogia e educação dos dias  reprovem os métodos bíblicos, estes continuam atuais pois foram instituídos por Deus através de princípios bíblicos contidos em sua palavra. Tais princípios levam em consideração os fatores: natureza humana e a tendência natural do ser humano por estímulos e recompensas(um bom exemplo, foi a entrada do pecado no mundo,releia Gn 3 e observe como Satanás estimulou e prometeu recompensas na mente de Eva);

O apóstolo Paulo foi um excelente mentor para as igrejas e cristãos que evangelizou. Além de usar o paradigma bíblico de ensino, o apóstolo também desenvolveu um método peculiar: Ele também ensinava o que os cristãos não deveriam fazer na vida espiritual e dava exemplos através de sua própria vida. Paulo descobriu que as pessoas davam mais atenção aos exemplos e histórias de lutas e superação, do que simplesmente pregações dizendo como um cristão deveria ser comportar.

Agora uma pergunta leitor: Quantos líderes nos dias atuais agem como Paulo? Os cristãos tessalonicenses confiavam em Paulo, justamente porque este não passou uma imagem de super-homem e sim de um ser humano igual a eles; Um mentor precisa ganhar a  confiança de seus assessorados para que o processo de aconselhamento possa ser concluído com sucesso.

Na lição anterior, foi dito que Paulo teve pouco tempo para ministrar o evangelho de Cristo aos tessalonicenses, contudo, o pouco tempo foi utilizado da melhor forma possível; Uma das características intrínsecas ao apostolado de Paulo era o senso de urgência que o apóstolo tinha em implantar igrejas e ensinar seus membros para crescerem na graça e no conhecimento de Jesus; Muitas vezes, o processo de ensino e aconselhamento acabava por ser prejudicado devido as constantes necessidade de locomoção do apóstolo, não obstante , ele sempre deixou algum obreiro de sua confiança no local, entretanto, nunca foi o suficiente, pois sempre ele era obrigado a escrever cartas, orientando os cristãos a respeito de assuntos espirituais e do cotidiano. Aqui cabe-nós uma lição: Ensino e Mentoria requer tempo e cuidado. Seja você um mentor ou mentoreado, é necessário que haja paciência no ensinar e no aprender;  Se já faltava tempo devido as perseguições infligidas pelos judeus, Paulo, se auto sustentava através de seu trabalho de fabricante de tendas, apesar de ser uma nobre atitude por parte do apóstolo, seu trabalho lhe tirava uma grande quantidade de tempo que este poderia utilizar no ensino e no crescimento do reino de Deus;

É importante que os cristãos de hoje, entenda o conceito de divisão de trabalho de David Ricardo, este conceito foi instituído por Deus em israel através da lei mosaica, onde ficou instituído que a tribo de Levi não teriam terras e sim cidades e que esta tribo serviria a todo povo através do serviço sacerdotal  e em troca, as demais tribos sustentariam com os dízimos e com as ofertas; Se o seu sonho leitor é ser uma pastor ou missionário, é importante que aprenda a contar com ajuda externa para seu ministério. Quanto aos demais cristãos, é um dever nosso sustentar financeiramente aos servos de Deus que  se dedicam na evangelização e no ensino da Palavra de Deus.

O que caracteriza um verdadeiro mentor espiritual

Precisamos de mentores espirituais com as características de Paulo. Quais eram estas características?

  1. Paulo jamais duvidou de que a palavra que pregava aos cristãos era a única verdade. Hoje é comum se ouvir falar que não existe verdade absoluta ou que a existem inúmeras verdades; Tais afirmações saíram da mente de pessoas distantes da graça de Deus; Existe apenas uma verdade: ela foi revelada em Cristo Jesus. Deus amou a este mundo de forma maravilhosa, ao ponto de entregar seu único filho a morte, para que houvesse reconciliação entre si e a raça humana; Esta é a unica verdade; Que Deus seja Louvado!
  2. Paulo jamais se deixou amoldar ou permitiu que a mensagem de Deus fosse descaracterizada para que não ofendesse ou causasse constrangimento no ouvinte. Em tempos de mimi e de safe zones(locais onde não se pode dizer frases ou palavras que causem angustia ou estresse nos ouvintes) é essencial que líderes cristão não tenha medo de se posicionar contrários a temas e assuntos anticristãos e antibíblicos;
  3. Paulo sempre buscou que seus filhos na fé crescessem na intimidade com Deus e que frutificassem, cada qual, em seu ministério. Infelizmente muitos líderes cristãos tem uma visão comezinha em que temem o crescimento de seus liderados por medo de perder privilégios ou parte de sua liderança sobre uma igreja ou departamento específico; Paulo via no crescimento e no amadurecimento de seus mentoreados, o crescimento de sua moral diante de Deus; Ele sabia que o Senhor Deus o recompensaria, tanto no céu, quanto na Terra pelo seu trabalho.
  4. Paulo sempre teve a humildade de reconhecer que não sabia de tudo e que não era o melhor apóstolo, apesar de ser o que mais trabalhou para a expansão do cristianismo. Esta humildade paulina permitiu que o apóstolo aprendesse importantes lições espirituais e cotidianas com os seus liderados;

Paulo não foi um homem perfeito, entretanto, ele soube utilizar as suas imperfeições para evangelizar e ganhas pessoas para o reino de Deus.

A sensação que tenho, é que o jovem cristão precisa cada vez mais de mentores espirituais que o aconselhe não somente a não errar, mas que mostre o preço e custo que erro traz a vida do homem. As pessoas aprendem mais com a dor e superação alheia, do que com testemunhos de vidas corretas e vitoriosas;

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq