Quem nunca foi tentado em alguma coisa? Todos os dias somos tentados em menor ou maior grau em diversas áreas de nossas vidas. Jesus sofreu todo tipo de provação, contudo resistiu e venceu a todas elas, para que tivéssemos um exemplo de conduta à seguir.

“não vos sobreveio nenhuma tentação, senão humana; mas fiel é Deus, o qual não deixará que sejais tentados acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o meio de saída, para que a possais suportar.” 1 cor 10.13

Na lição de hoje buscaremos entender o porquê de o mestre ter passado por provações nesta vida, além disso, o porquê  das provações surgirem e como resistir a elas.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 4º lição da CPAD para a classe de Jovens do 1º trimestre de 2018.

REVISTA IOVENS 1° TRIMESTRE 2018
Comentarista: Natalino Neves

A provação de Jesus Cristo

Muitas pessoas ao lerem os evangelhos de Mateus e Lucas, acreditam que a provação ou tentação de Jesus foi momentânea; para muitos, depois que ele expulsou a satanás no deserto, nunca mais passou por momentos em que seu caráter e sua missão foram testados pelo inimigo, contudo não foi isso que ocorreu na vida do mestre, ao contrário, até mesmo quando estava pregado na cruz, ainda assim, foi tentado pelo inimigo para que descesse dela, antes que sua morte fosse consumada, selando o plano de salvação para a humanidade.

Um dos fatos pouco conhecido a respeito da tentação de Jesus é a sua semelhança com a provação que o povo de Israel passou no deserto do Sinai, quando saiu do Egito e rumava para Canaã; assim como Israel vagou por 40 anos no deserto, Jesus jejuou e orou a Deus Pai por 40 dias, assim como Israel representava um símbolo da futura aliança de Deus para com homem, Jesus encarnava em si esta aliança, entretanto as semelhanças acabam por aqui, o povo de Israel quando foi confrontado com o deserto e com as provações, murmuraram contra Deus e contra sua providência e quiseram voltar atrás, Jesus, por sua vez, resistiu até o fim, para que sua missão sacrificial fosse completa;

Mas porque somos tentados

O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos de Corinto em sua 1º carta, dizendo que ‘não vem tentação senão humana’, o que Paulo queria explicar é que todo tipo de tentação que passamos esta ligada a nossa natureza humana decaída e pecaminosa, que busca sempre afastar se de Deus e de sua lei. O fato é que a nossa natureza tem desejos contrários à vontade de Deus e quando sabemos que estes desejos são pecados, ceder se torna uma tentação e também um pecado contra o senhor; é claro que o inimigo do ser humano, Diabo, não espera apenas que a natureza humana leve o homem a pecar contra Deus, ele mesmo produz ou leva o homem, a situações onde o desejo carnal é latente e a tentação mais forte.

Satanás age assim para que possa produzir o maior numero de pecados e maldades possíveis, pois isso condiz com sua natureza maligna, além do mais, sua intenção é fazer com que o maior número possível de pessoas estejam contrárias a vontade de Deus a fim de que sua condenação eterna seja estendida ao maior numero de participantes. Além disso, satanás sempre foi um tentador; desde inicio da história bíblica, ele busca fazer com que as pessoas pequem contra Deus, contudo, sua motivação aumentou depois que Deus disse à mulher que de sua semente nasceria um homem que esmagaria a cabeça do diabo, a partir desta profecia, satanás passou a tentar cada homem a fim de que este não pudesse ser o fiel cumpridor do plano divino, seu esquema deu certo até o momento em que Jesus nasceu, cumprindo assim as profecias que falavam a respeito de sua vida e sua missão.

Em que somos tentados

Cada ser humano tem um desejo que o atrai com maior intensidade do que os outros. Quando cedemos a este desejo, tornamo-nos escravos dele e por ele somos dominados. Entretanto, podemos elencar as tentações que assolam os cristãos em todos os tempos, como a mercantilização da fé, isto é, fazer com que o sagrado se torne um produto, que adoradores se torne consumidores e que púlpitos e altares se transformem em plataformas de vendas diretas ao consumidor. Outra tentação que os cristãos de hoje precisam enfrentar é o risco de perder o temor e respeito para com Deus, transformando-o em um objeto de ostentação ou esnobação, sendo apenas útil em momentos difíceis ou quando desejamos realizar algum sonho ou meta difícil, contudo, o pior tipo de esnobação para com Deus é quando cedemos a tentação de usar seu nome, seja para se promover ou lucrar vantagens, quando agimos assim somos piores do que ateus pois sabemos que Deus é real entretanto ignoramos sua justiça.

Outra importante fonte de tentação para os cristãos e principalmente sua liderança nos dias atuais é a sede pelo poder. O poder nada mais é do que a liberdade de inúmeras pessoas acumulada em pequeno grupo ou em uma única pessoa. O poder torna seu detentor uma sombra de Deus, não obstante o porquê de muitos almejarem o poder em suas diversas representações. Jesus foi tentado por satanás justamente neste quesito, quando este lhe ofereceu  o mundo político da época em troca de sua adoração. Infelizmente nem  todo cristão resisti a esta oferta, muitos embriagaram se com o poder e perderão a comunhão com Deus, outros venderam sua fé e seus irmãos pelo gostinho satânico de querer se parecer com Deus; Façamos a oração de Jesus: que Deus nos livre de cair em tentação e que nos livre do mal.

Resistindo a provação

Muita gente tem a ideia falsa de que  a provação só vem quando estamos fracos espiritualmente, contudo basta analisar a tentação de Jesus que constatamos que o senhor estava no auge de seu exercício espiritual, sua carne havia sido mortificada por 40 dias de jejum e oração ininterruptos, ainda assim, satanás veio tenta-ló.

O primeiro passo para resistir as tentações, envolve o que o apóstolo Paulo ensina aos cristãos de Colossos em sua carta no capítulo 3.5:’Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;’ Em outras palavras, O CRISTÃO PRECISA FAZER MORRER SEUS DESEJOS PECAMINOSOS, era justamente o que Jesus fazia naquele deserto através do jejum e da oração.

O segundo passo para resistir a tentação, envolve conhecer a palavra de Deus e crer em seu poder, foi o que jesus fez, ele rebateu a todas as tentativas de satanás com o poder de sua palavra.

O terceiro passo para resistir a tentação, envolve o cuidado com a mente, pois é nela que ocorre a principal batalha, o inimigo é um excelente vendedor de fantasia e seu sucesso esta vinculado ao nível em que consegue trabalhar na mente das pessoas.

veja Como resistir ao melhor vendedor do mundo

pergunta bônus: Qual foi a tentação de Jesus que trouxe os maiores riscos de extinção para a humanidade? comente abaixo.

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq