Imagine que você é um professor de informática e que esteja ensinando seus alunos a utilizarem o sistema Windows e enquanto da sua aula, surge um novo aluno na porta de sua sala, Bill Gates, você se pergunta: porque o cara que criou o sistema operacional que você esta ensinando aos seus alunos,resolveu sentar em uma cadeira e ouvir você falar sobre ele?Com tempo, você descobre que o senhor Gates esta em sua sala devido a uma peça de marketing cujo objetivo é promover seu sistema operacional, você ganha seus 15 minutos de atenção e depois  a vida volta ao normal.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 3º lição da CPAD para a classe de Jovens do 1º trimestre de 2018.

REVISTA IOVENS 1° TRIMESTRE 2018
Comentarista: Natalino Neves

Foi assim que João,o Batista, se sentiu quando Jesus, apareceu a beira do rio Jordão para ser batizado por ele. João não se surpreendeu quando jesus apareceu para ser batizado, entretanto, ele sabia que não tinha dignidade de batizar a jesus, mais para que se cumpri-se as escrituras bíblicas, assim o fez. João representava aquele que abriria o caminho para o senhor. Apesar do batismo de joão ser para o arrependimento de pecado, o mesmo afirma que Jesus tinha um batismo superior ao seu.

MAS PORQUE JESUS FOI BATIZADO?

Por mais que Jesus não tivesse pecado foi necessário seu batismo como sinal para os judeus de que seu ministério terreno estava prestes a começar. o ato do batismo era muito comum entre os judeus na época de cristo, os líderes judeus aconselhavam seu uso como um ritual de purificação, não diretamente do pecado mas como um sinal de que a pessoa que se batizava era dedicada a Deus. Foi para cumprir  este sinal que Jesus se batizou, para que ficasse explicito que ele era o ‘servo, ungido do senhor’ ; logo após sair das águas do Jordão, o segundo sinal de  sua dedicação a Deus, seria manisfesto na descida do espirito santo sobre Jesus em forma de pomba, simbolizando que sua obra seria espiritual e não terrena como os judeus esperavam, por fim, ocorre o terceiro sinal de seu destino, uma voz do céu em alto som diz a todos os presentes: “este é meu filho amado, a quem tenho prazer”.     

O BATISMO CRISTÃO

João, o batista, não foi o primeiro a batizar seus discípulos na águas,  os rabinos judeus  praticavam o batismo como ritual de purificação, contudo, João institui o batismo como um ato de alguém que se arrepende de seus pecados e busca viver uma nova vida para Deus; para a maior parte dos cristãos, o batismo representa o mesmo conceito que joão havia deixado ao proclamar o arrependimento de pecados nas margens do rio Jordão, contudo, se para os cristãos evangélicos, o batismo é um simbolo de uma nova aliança, para igreja católica, trata-se de um sacramento, cujo objetivo é justificar o cristão para que este possa ser salvo, entretanto, este ensinamento entra em conflito com a suficiência do sacrifício de Jesus Cristo na cruz, fazendo com que sua morte não seja suficiente para o perdão de pecados, logo não pode ser aceita pelos cristãos que creem que a morte de cristo foi suficiente para a salvação.        

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq