1 milhão de mortos em 17 anos. Este é o saldo da guerra não-declarada que assola o Brasil. Só para se ter uma idéia, a guerra civil síria, matou 320 mil pessoas em 6 anos, com a diferença que é uma guerra aberta e declarada, envolvendo 4 países diferentes na luta antagônica entre governo e oposição e todos contra o Estado Islâmico.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 8º lição da CPAD para a classe de Jovens do 4º trimestre de 2017.

liçao jovens 4.tri

Mas qual é a perspectiva bíblica? O fato é que a bíblia deixa claro que a violência esta ligada a natureza humana decaída, devido ao pecado. É natural para homem praticar o mal contra seu semelhante, se houver algum interesse egocêntrico na ação. O filosofo nicolau Maquiavel, dizia que o homem é mal por natureza, a menos que seja obrigado a ser bom, uma abordagem real e bem diferente da romântica de Rousseau, que dizia que o homem era bom por natureza, contudo a sociedade o corrompia. por outro lado a ciência demonstra que Maquiavel tinha razão, afinal a idade mais violenta do ser humano é aos 2 anos de idade, logo não depende da razão para ser violento, a violência é inerente a natureza humana, o que confirma a tese bíblica: nascemos pecadores e apenas a graça de Deus expressa em Jesus, pode mudar nossa condição de pecadores

Se nascemos com tendências a prática da violência, logo as teorias que buscam colocar a culpa em problemas sociais e econômicos são erradas. Tais teorias tiram o foco do pecado e da natureza humana, os causadores da violência, e buscam colocar em situações que alguns ‘entendidos e iluminados podem resolver’, é como se buscassem resolver os problemas causados pelo pecado sem ajuda de Deus. Obviamente que casos violentos que não se encaixam na narrativa do ‘bom selvagem’ são acobertados ou são tratado como excepcionais.

O fato é que a face do mal é assustadoramente comum. Pessoas normais cometem crimes bárbaros.

FAMILIA RICHTOFFEN
Família Richthofen: vida de luxo não impede que você se torne criminoso
Caso_Isabella_Nardoni
Caso Isabela Nardoni: Violência não é causada pela situação econômica. Ela é inerente ao ser humano

Diante da violência, qual é o papel do Estado na perspectiva bíblica?

A bíblia deixa claro que a violência sempre ocorreu desde o principio da historia humana. Ela também esclarece que os homens sempre buscaram meios de se proteger de seus semelhantes, neste ponto, o estado serviria como uma espécie de pacificador ou de juiz entre os seres humanos. A bíblia destaca através dos 10 mandamentos e da lei de Moises que o papel do estado era coibir crime cometido contra a vida e a propriedade alheia e nada mais do que isso. Contudo com o passar dos anos, muitas coisas mudaram, o estado hoje tenta prover  educação,saúde,aposentadoria, trabalho,lazer e busca interferir no relacionamento do homem com Deus, quando a única justificativa bíblica para a sua existência é impedir que as pessoas sobre sua jurisdição se matem e que cumpram seus contratos. No fim, o estado de hoje não cumpre com objetivo bíblico de sua existência e também não consegue resolver os problemas que não deveria se meter.

leviata
Hobbes, acreditava que o estado servia como pacificador na relações humanas.

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios