Toda pessoa em algum momento de sua vida,  ficará desanimada em viver. É natural que venha o desânimo. mas como reanimar-se novamente?

“Ouvi, Senhor, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia.
Habacuque 3:2

Se você é um leitor da bíblia, ou frequenta assiduamente alguma igreja cristã, já deve ter ouvido falar de Josué. Na bíblia sagrada, há um livro inteiro só pra contar a história deste cara.

Agora leia este versículo:

Lembre da minha ordem: “Seja forte e corajoso! Não fique desanimado, nem tenha medo, porque eu, o Senhor, seu Deus, estarei com você em qualquer lugar para onde você for!” Js 1.9

Pra quem não se lembra do contexto do capítulo 1 de Josué, Moisés, o libertador de Israel, havia acabado de morrer na fronteira do deserto do sinai com a terra prometida. Com isso, o comando de toda a nação passará as mãos de seu ajudante Josué, que neste momento tinha a dura missão de colocar o povo dentro da terra prometida, contudo haviam inúmeros problemas, que fizeram com que Josué perdesse o ânimo e procrastinasse em tomar uma decisão em relação à conquista do sonho prometido. A seguir, algumas das adversidades que levam as pessoas a desanimarem da vida, como Josué desanimou:

1º Não saber como vencer as adversidades da vida.

Josué precisava atravessar o rio Jordão, que estava na época da cheia.Entretanto, não havia pontes ou materiais para construí-lás a fim de que homens, gado e bagagens, pudessem ser transportado para o outro lado com segurança. Além disso, Diante do rio Jordão, estava Jericó, uma das cidades mais fortificada de toda a Canaã. Contudo, não havia armas de cerco e nem material disponível para construí-lás.

Todos nós chegamos em situações na vida em que  não sabemos como superar  as dificuldades e obstáculos que nos impede de chegar aos nossos sonhos. Josué, não sabia o que fazer diante do rio cheio e do muros de Jericó, simplesmente, não havia recurso natural o suficiente para vencer aqueles obstáculos. Por mais que pensasse, não havia formas seguras de atravessar o povo sem correr altos riscos. Se improvisasse uma ponte e atravessa-se o povo aos poucos, corria o risco de ser atacado por um dos lados, além disso, não conseguiria atravessar a logística necessária para as batalhas posteriores.

Assim como Josué, muita vezes desanimamo-nos por que não vemos meios ou recursos para vencermos algumas dificuldades e acabamos procrastinando em tomar decisões em relação ao que fazer com os nossos problemas, com tempo, a angústia e sufoco toma conta de nossa mente, nestes momentos, sentimos que somos fracassados e que Deus se esqueceu de nós.

2º Correndo contra o Tempo.

Josué precisava atravessar o povo e conquista Jericó, o mais depressa possível, antes que os demais povos da região(31 cidades ao todo) combinasse seus exércitos em uma campanha contra os israelitas.

Assim como Josué, existe momentos em nossa vida que queremos ou precisamos acelerar as coisas. muitas vezes não porque precisamos fazer isso, mas porque não queremos ficar para trás. Vemos nossos vizinhos prosperarem, queremos prosperar também,sendo que muitas vezes não temos feito o que eles fizeram para prosperarem. A verdade é que muitas vezes queremos adiantar a nossa vida amorosa, financeira e profissional sem que tenhamos estrutura e preparo para as dificuldades inerentes a cada uma dela. Quando chegam os obstáculos, simplesmente não sabemos o que fazer.

Foi assim com Josué, ele estava preparado para seguir as ordenanças e decisões de moisés, contudo não estava preparado para dar ordens e nem decidir.

3º Desconfiança das pessoas e falta de confiança em si mesmo

 Além da falta de armas de cerco e de meios de transpor o rio, Josué enfrentava a desconfiança por parte do povo de Israel, afinal, ele estava substituindo um dos maiores homens da história de Israel. Além disso, moisés ficara conhecido pelos inúmeros milagres que Deus operara através dele no deserto, por outro lado, Josué era apenas o ajudante de moisés, nunca tinha ocorrido algum sinal notório diretamente por suas mãos. Se não bastasse isso, ainda havia o fato de Josué não ter a experiência administrativa de seu Antecessor, que antes de ser um pastor de ovelhas no deserto, havia sido em sua juventude, um dos príncipes do Egito, e fora instruído nas ciências da época, por outro lado, Josué, era escravo na sua juventude e tudo o que aprendera de seu pai, estava relacionado a servidão aos egípcios ou como evitar se molestado por eles. O resultado é que Josué se sentia incapaz de continuar o trabalho de moisés, afinal, como um ex-escravo conseguiria administrar uma nação e ainda guerrear com várias povos inimigos?

muitas vezes nos sentimos assim, olhamos as conquistas de nossos pais, amigos e pessoas em quem nos inspiramos, e nós perguntamos se podemos conquistar o mesmo. Há montanhas que nós parece intransponíveis, afinal, nos sentimos como Josué, pensamos:”venho de família humilde, tal conquista não é pra mim” ou “esse sonho é grande demais para alguém da minha condição social” ou ” meus pais não conseguirão, logo não irei conseguir” ou ainda ” não tenho ninguém por mim, é só eu e Deus” ou ” aquela pessoa esta no nível alto, não irei alcança-lá”. Não demora muito, estamos sem forças para prosseguir, precisamos diminuir o sonho para que possa se encaixar em nossa falta de Fé.

4º Falta de comunhão com Deus

Josué até então não havia experimentado dialogar com Deus como seu mentor moisés constantemente fazia. De fato, ele observará durante 40 anos a amizade de seu mentor com Jeová, contudo nunca havia falado diretamente com Deus. Além disso, estava atemorizado com Jeová, pois Deus havia impedido moisés de entrar na terra que lhe havia prometido, devido, moisés tomar a glória que deveria ser de Jeová, nas águas de meribá.

Na maior parte das vezes, quando desanimamo-nos é devido algum problema espiritual, seja porque não estamos confiando inteiramente em Deus ou porque estamos sendo provado ao ponto de acharmos que Deus nos esqueceu. Contudo, o pior é quando perdemos a comunhão com o pai, nestes casos, sentimos  medo do senhor, a dúvida e a ansiedade tomam conta de nossa mente e logo estamos  pensando que o senhor nos expulsou de sua presença, de que ele se esqueceu de nós. Começamos a imaginar que Deus não irá mais cumprir o que nos havia prometido. Na medida em que perdemos a presença de Deus em nossas vidas, ficamos indiferentes aos nossos sonhos, perdemos a capacidade de lutar por eles. O motivo é que  perdemos a razão de existir, afinal, fomos feito por Deus, para Deus e  apenas em Deus que nossa existência faz sentido.

Voltemos a Josué; Como ele poderia guiar o povo de Deus, se nunca havia conversado  pessoalmente com ele? Como poderia saber o que Deus queria dele e do povo, se até então nunca tinha ouvido sua voz pessoalmente? Tudo isso passou na mente do futuro conquistador, ele sabia como era o relacionamento de moisés com Deus e também sabia que o seu relacionamento com Deus não era igual a do seu mentor, portanto, não é de admirar-se que tenha desanimado em relação ao sonho da terra prometida.

5º Falta de companhia

Quando Josué saiu do Egito com toda a nação de Israel, ele tinha por volta de 40 anos de idade, quando se tornou o líder de Israel, tinha por volta dos 80 anos de idade, durante esse período de 40 anos, praticamente todos seus amigos, familiares e conterrâneos haviam morrido no deserto. Com exceção do velho Calebe, nenhum dos israelitas sobre o seu comando, sabia o que era ser escravo, nenhum deles precisou amassar tijolos paras os egípcios, nenhum deles sentira no corpo, a dor de um chicote  egípcio, além disso, nenhum deles tinha presenciado o juízo de Deus sobre Faraó, nenhum deles haviam visto o mar vermelho se abrindo e povo passando a pés enxutos, tudo o quanto sabiam sobre estes fatos, havia sido falado por seus pais e por moisés, além disso, o povo que nasceu no deserto não sabia plantar, colher, construir,costurar ou guerrear; Se precisavam de comida, bastava acordar ao amanhecer e colher o maná sobre o solo. Se precisavam de carne, bastava esperar o bando de cordonizes que Deus enviava regularmente sobre o arraial de israel. Se precisavam de água, bastava ir até a rocha que era levada pela caravana no deserto. Se fazia frio, a coluna de fogo aquecia. Se estava quente devido ao sol, a coluna de nuvens amenizava o calor. Enquanto estava no deserto, o povo jamais precisou trocar de roupa ou de sapato pois estes não estragavam. Resumindo, a galera que nasceu no deserto não sabia o que era sofrer, Deus os haviam cercado de bençãos e privilégios.Entretanto Josué se preocupava com isso, afinal, quem ensinaria este povo a viver na terra prometida?

Agora, se imagine no lugar de Josué. Você ta cercado de pessoas mais  quase ninguém  te compreende. Você tem senso de urgência, afinal, sente que seu tempo esta acabando,contudo, o povo ao seu redor esta tranquilo, esperando que tudo continue a cair do céu, como sempre ocorreu. Você não consegue relacionar-se intimamente com as pessoas ao seu redor, devido a idade e ao seu estilo de vida, afinal, você foi criado como escravo, cresceu como um escravo, casou-se com uma escrava e agora precisa conviver com pessoas que não entende o que significa ser escravo, que não sabe o que é escassez, por outro lado, você não consegue se encaixar no estilo de vida deles, não consegue compreender a despreocupação deles. O fato é que Josué estava cercado de pessoas,mas sentia-se só. A solidão é um dos maiores fatores que nos fazem desanimar e impedir a nossa caminhada.

6º  O mundo real é diferente de nossa fantasia.

Quando Josué saiu do Egito, ele e boa parte da nação de Israel imaginava que a caminhada até Canaã, a terra prometida, seria um passeio. A imagem que eles criarão na mente é que no máximo de 6 meses, eles entraria na terra dos seus sonhos. Assim como o resto do povo, Josué imaginava que Deus abriria caminho em meio ao deserto, que aplanaria as montanhas e vales para o povo e sua bagagem passar e que os inimigos fugiriam de medo ao ver o bonde dos israelitas chegando. 40 anos depois, aquela fantasia de Josué tinha acabado, devido, a realidade do mundo a sua frente. Ao invés de caminhos aplainados, eles tinham que atravessar um rio no período da cheia, ao invés de montes e vales retos, tinha uma cidade fortificada a sua frente e ao invés de inimigos medrosos fugindo ou caindo mortos aos seus pés, haviam gigantes e uma coalizão de exércitos se formando para os enfrentar, diante desta situação, é natural que haja desânimo.

A verdade é que todos nós, a semelhança de Josué, criamos imagens fantasiosas de como será nossa vida, de quem vamos nos casar, como e onde vamos trabalhar, de que tamanho será nossa fortuna, como seremos felizes e principalmente, como alcançaremos nossos sonhos e as promessas divinas em nossa vida, contudo, para a nossa tristeza, em algum momento percebemos que a imagem ideal que criamos em nossa mente não condiz com o que estamos vivendo, logo, nos resta desanimar e refazer a nossa fantasia de como vamos alcançar os nossos sonhos ou simplesmente aceitar a nossa realidade e viver cada dia por vez. Essa tem sido, a principal causa de desânimo em minha vida, fantasiar que as coisas vão ocorrer de um jeito simples, fácil e alegre , contudo, a realidade acaba por ser complexa, difícil e muitas vezes tristes.

Como DEUS reanimou a Josué:

desistir ou persistir

“Ninguém conseguirá resistir a você todos os dias da sua vida. Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei.
Seja forte e corajoso, porque você conduzirá este povo para herdar a terra que prometi sob juramento aos seus antepassados. Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés ordenou a você; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por onde quer que andar. Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido. Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.

Js 1.5-9

1º Não permita que o medo te domine.

É interessante que o senhor exortar Josué a não ter medo e se esforçar por 3x, o fato é que o desânimo esta ligado ao nosso medo do desconhecido.quando trilhamos por caminhos desconhecidos, nosso instinto de sobrevivência nos obriga a estar alerta e o medo nos mantém vigilantes, por outro lado, quando encontramos riscos reais a nossa vida, senão controlarmos o medo este se transforma em pavor e nos paralisa completamente.Portanto a recomendação divina para Josué era justamente para que este não acabasse paralisado pelo pavor diante dos obstáculos e dos inimigos. O mesmo cuidado devemos ter, por maior que seja a dificuldade, precisamos confiar em Deus e em nossa capacidade de contorna-lá.

2º A motivação tem que vir de nós mesmo.

O senhor Deus repete 3x para Josué que este precisa se esforçar. O  que Deus está dizendo a Josué é que a motivação para prosseguir não será externa mas ela deve partir de sua mente. Geralmente dar os primeiros passos, acabam por ser os mais custosos,contudo, na medida em que andamos, o esforço inicial gera a vontade necessária para concluir a caminhada até o objetivo. muitas vezes queremos vencer a montanha num pulo só, quando na verdade precisamos escala-lá em pequenos passos. Josué aprendeu que para entrar na terra prometida ele deveria tirar forças de si mesmo e só depois Deus faria o milagre, e assim aconteceu, 1º precisou santificar a si e todo o povo,2º precisou marchar em direção ao rio Jordão e tocar nas águas, 3º ao chegar em jericó, teve que marchar em volta das muralhas por 13x durante 7 dias, tudo isso para que Deus fizesse o milagre. A mesma lição serve para as nossas vidas, o rio Jordão esta cheio em nossa frente, mas a motivação para atravessa-ló terá que surgir em nós, Jericó esta a nossa frente, mas o desejo de conquista-lá terá que partir de nós.

3º Viva uma vida de Obediência a Deus

Um dos fatores que levam as pessoas a desanimarem é a falta de comunhão com Deus, por outro lado, quando somos conhecidos por Deus e estamos em paz e comunhão com ele, a nossa certeza na vitória é inabalável. Deus deixou claro a Josué que ele e povo precisavam respeitar e obedecer a sua lei, caso quisesse entrar e viver na terra prometida, caso contrário, não havia o porque de Deus cumprir sua promessa, se Israel não conseguisse cumprir a sua parte do plano. Por mais que Deus seja fiel a sua palavra e seja misericordioso, ele é soberano. isso significa que se quiser voltar atrás em sua promessa devido a desobediência dos seus filhos, ele tem todo o direito de fazer e não deve explicação a ninguém. É justamente este fato que faz com que desanimamos quando pecamos contra Deus e sua palavra, passamos a achar que é o fim de tudo, que Deus não se importar mais conosco, que nos abandonou pois quebramos a aliança que tinhamos com ele. Por mais que Deus possa fazer isso, não é assim o seu agir diante do pecado de seu povo, a sua misericórdia é grande e ele tem paciência com os seus, foi assim com o povo de Israel. De fato os que pecaram contra ele, morreram no deserto por não se arrependerem, mas seus filhos herdarão a terra.

4º Você não esta só.

Josué se achava solitário em meio ao povo de Israel. Deus esclarece  que sua presença estava sobre a vida de Josué e que por onde ele fosse, o senhor iria com ele. Acredito que esta foi a palavra que mais criou motivação para Josué entrar na terra prometida. não existe coisa melhor para o ser humano, saber que o seu criador esta junto de você, que ele não o abandona, que esta vendo, ouvindo e falando com você. É interessante notar que antes mesmo de moisés morrer Deus já tinha planos para Josué. Deus havia falado a moisés que usaria seu ajudante como introdutor de Israel na terra prometida. apesar disso, Josué não tinha consciência do cuidado divino com sua vida.seu desânimo estava ligado a solidão contudo o senhor estava com ele. Agora pense, quantas vezes você não se sentiu sozinho, solitário, sufocado na multidão, sem que ninguém pudesse entender sua vida e suas emoções. O fato é que Deus sempre esteve ao seu lado, o problema é que tanto você, quanto eu e Josué não  percebemos  a sua presença e nem notamos o seu cuidado.

5º Você tem um amigo

Josué se sentia só e fora de época  em meio ao povo de Israel, afinal ele tinha 80 anos e os mais velhos do povo tinha entre 40 e 50 anos, contudo, ele não era o único octogenário israelita, o seu antigo companheiro de espionagem chamado Calebe, também estava vivo e com saúde, contudo ao longo dos 40 anos de deserto, os 2 companheiros se afastaram um do outro, Calebe indo viver com sua família e Josué se dedicando a servir moisés e cuidar dos seus, a prova desta separação, esta no fato de Calebe precisar relembrar a trajetória da dupla e as promessas que Deus havia feito aos dois e que aparentemente Josué havia se esquecido, portanto, com isso Calebe defendia o seu direito a uma parte das terras conquistadas, entretanto, vemos que Josué lhe reservou uma parte da terra que ainda não havia sido conquistada e para piorar a situação, era habitada por gigantes.

O fato é que Josué não estava só, havia um cara que o entendia, que compreendia a sua situação, que tinha passado pelos mesmos sofrimento  no Egito e no deserto, Calebe esteve ao seu lado quando ninguém mais ficou, entretanto, Josué não se importou em cultivar a amizade e companheirismo ao longo dos anos. quando o fardo da liderança caiu lhe sobre os ombros, Josué sentiu a falta do amigo. Infelizmente somos assim, acabamos cuidando de tantas coisas na vida e se esquecemos daquelas pessoas que sempre ficaram do nosso lado, que sempre nos ouviram quando precisamos desabafar. Deus não nós fez autocratas e nem independentes. Somos carentes de atenção, tanto de Deus quanto de outros seres humanos.

A verdade é que Josué poderia ter se reconciliado com seu amigo, com certeza Calebe o motivaria e ele não se sentiria só. Agora leitor  lembre-se disso: Deus jamais te deixará sem nenhum amigo ou irmão. Creia existe alguém perto de você que pode te ajudar carregar a sua cruz, assim como Lúcio de Cirene ajudou Jesus a carregar a dele, lembre-se Deus deixou pessoa perto de você para compartilhar amizade e companheirismo, pode ser seus pais, irmão, amigo de infância, seu cônjuge ou namorad(o), o fato é que você não esta sozinho.

6º Fé

Esse foi o principal segredo para que Josué vencesse suas dificuldades e obstáculos. De nada adiantaria Deus o exorta se ele não cresse no poder divino. É pela fé que vencemos gigantes,muralhas e rios.É pela fé que vamos superar nossos medos e pavores.É pela fé que vamos entrar na nossa terra prometida. É pela fé que alcançaremos o favor divino. É pela fé que as promessas de Deus em nossa vida se cumprirão.

Se você leitor chegou até aqui, então fique com este conselho: CREIA! Primeiro em Deus e depois em si próprio. Você vai sair dessa. As coisas vão melhorar. Deus vai te exaltar na terra da sua aflição. Você vai ter histórias de bençãos para contar. A dor e angustia não são para sempre. CREIA,CREIA E CREIA. Você vai vencer em nome de JESUS.

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

nova-capa

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

kdp-1

 

Anúncios