Você já deve ter ouvido este versículo: “Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.”(Provérbios 14:12) O significado dele é simples. Deus esta dizendo através de Salomão, que existem idéias e ideais que aparentam ter boas intenções e muitas vezes parecem que estão dentro da vontade de Deus, contudo, estas idéias e ideais resultam em mortes físicas e espirituais.

A lição de hoje alerta sobre o perigo das ideologias contrárias a palavra de Deus e a sua vontade. Mas antes de tudo, o que é Ideologia? A maior parte dos dicionários define o termo ‘ideologia’, como um conjunto de idéias, convicções e princípios filosóficos, sociais e políticos que caracterizam um individuo ou um grupo coletivo. O propósito da ideologia é fazer com que a conduta pessoal, moral, espiritual e financeira estejam alinhadas as premissas, pressupostos e preconceitos inerentes a ideologia seguida pelo individuo ou grupo social. Em outras palavras, a ideologia fornece ao individuo, uma consciência exterior ou lente para que este interprete a realidade do mundo e da vida, conforme prega a sua ideologia. Isso significa que se acredito em uma cosmovisão ou ideologia, pautarei a minha vida por ela, isso significa que minhas opiniões e comportamentos exemplificam o que penso e a forma como vejo a vida.

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 2º lição da CPAD para a classe de Jovens do 4º trimestre de 2017.

liçao jovens 4.tri

 

Idéias e consequências

Idéias e ideais tem conseqüências. Jesus disse em mt 7.15-20, que uma arvore é reconhecida pelos seus frutos. Árvores ruins não dão frutos bons, assim, ideologias que não estão alinhadas a palavra de Deus, sempre resultam em caos e catástrofes sociais.

O escritor e filosofo Thomas Sowell diz em uma de suas obras “Políticas baseadas em uma determinada visão do mundo têm conseqüências que se espalham pela sociedade e reverberam durante anos, ou mesmos por gerações, ou séculos”, isso significa que meras idéias quando postas em pratica podem gerar repercussões por muito tempo.

Aqui vai 2 exemplos de meras idéias e seus resultados:

Exemplo 1: A teoria da evolução das espécies de Charles Darwin tinha como finalidade explicar a variedade de espécies no reino animal e como ocorreu seu surgimento, entretanto, ela não ficou apenas no campo biológico, os conceitos de seleção natural foram  aplicados nas ciências sociais, como a antropologia, resultando no chamado Darwinismo social, que por sua vez gerou idéias de superioridade de cor ou etnia,cultural e religiosa. Quando estas idéias foram postas em praticas geraram os genocídios judeu,armênio, tútsi, tibetano e ucranianos. Em resumo, milhões de pessoas foram mortas por uma idéia que começou excluindo Deus da origem humana e animal.

Exemplo 2: a chamada ideologia de gênero, o feminismo radical, a revolução sexual, e o vitimismo social, tiveram suas origens na famosa escola de Frankfurt, cuja origem remete ao instituto para pesquisa social ligada a universidade de Frankfurt. Seus membros foram influenciados pelas idéias de Karl Marx e Sigmund Freud, especificamente os conceitos marxistas de lutas de classes socais e o polilogismo de classe, transformando-os em luta de gênero,cor e idade. Os resultados nos dias atuais, são:na luta de classe marxista, era patrão contra empregado, ou rico contra pobre, hoje, o conceito frankfurtiano gerou as guerras de gênero, onde as mulheres são colocadas contras os homens, ou guerra de idades, pessoas maduras contra os jovens, ou guerra de cor, negros contra brancos.

Como podemos observar neste 2 exemplos: idéias tem conseqüências.

Mas como podemos saber se uma ideologia é contrária a palavra de Deus? (bíblia sagrada)

Existem algumas características que distingue uma ideologia contraria ao evangelho, vejamos:

  1. Idolatram a criação ao invés do criador.

Toda ideologia prega um visão totalitarista da vida em um foco específico. Através deste foco, ela busca resolver problemas políticos, sociais e econômicos. Aos poucos, toda ideologia cria uma dimensão espiritual dentro de seu sistema filosófico. É justamente nisso, que se encontra o problema. Na maior parte das vezes, Deus é retirado do centro da veneração ideológica e trocado por um elemento de sua criação. A este tipo de comportamento a bíblia chama de pecado da idolatria.

Quando pensamos em idolatria, vem a mente o culto de imagens e esculturas feitas pelos seres humanos, contudo o termo idolatria envolve tudo aquilo que usurpa a glória devida a Deus e entrega a um falso deus, podendo ser este um objeto material ou um ideal filosófico. Em outras palavras, a idolatria escolhe um elemento ou criatura criada por Deus, e tenta colocar este elemento acima de Deus. No caso das ideologias, isto ocorre quando supervalorizamos a liberdade (individualismo), a nação(nacionalismo), o estado(socialismo) ou meio ambiente(ambientalismo), e o colocamos acima da vontade de Deus expressa em sua palavra.

Resumindo: a devoção demasiada a um ideal que exclua Deus da vida humana é idolatria. A verdade é que toda ideologia evolui do campo filosófico para espiritual e buscar tomar a soberania divina sobre o curso da história humana, usando um elemento filosófico como explicação da realidade humana.

  1. Negam a realidade do pecado

Toda ideologia contrária a palavra de Deus, nega o efeito do pecado sobre a natureza humana. Basicamente é como se a natureza humana não fosse intrinsecamente pecaminosa. A famosa frase Jean-Jacques Rousseau sintetiza o pensamento de toda ideologia que não reconhece o efeito do pecado sobre o homem, “o homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe”. Com esta frase, o filosofo Francês, ofereceu uma perspectiva de liberdade individual em contraposição às instituições, seja secular ou espiritual. Mais tarde sua filosofia serviu como precursor dos movimentos revolucionários, cujos objetivos, eram modificar através da rebelião política, a sociedade existente, a fim de construir uma nova sociedade e um novo homem. Tais idéias levaram ao surgimento do mito do progresso e do pensamento utópico, acreditando ser possível criar uma sociedade perfeita com um novo homem. Movimentos como o socialismo,fascismo, comunismo e social democracia estão atrelados a esta visão ideológica.

O fato é que tanto mito do progresso (progressista) quanto os ideais utópicos são contrários a palavra de Deus. Ambos descartam a necessidade de arrependimento, confissão de pecados e fé no sacrifício da cruz de cristo. tais ideologias buscam criar um paraíso na terra, sem ausência de pecado e sem cristo.

3.Descreem no mundo espiritual

Toda ideologia que tenta criar o paraíso na terra, não reconhece ou subestima o mundo espiritual. Ideologias como o socialismo, marxismo cultural buscam criar um novo homem partindo apenas de soluções e princípios materialistas, existindo apenas o aqui e o agora. Além disso, ao não reconhecerem a existência do mundo espiritual, não reconhecem a soberania divina e nem sua lei, logo, o ser humano não presta conta a ninguém sobre seus atos. Sendo assim toda verdade é relativa e nem uma mentira é ruim, é apenas uma não-verdade. Tais ideologias promovem o hedonismo, a libertinagem moral e sexual e consumismo desenfreado. Portanto tudo aquilo que a bíblia descreve como uma vida de iniqüidade e revolta contra Deus.

A cosmovisão judaico-cristã

E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.’Romanos 12:2

A cosmovisão cristã é uma contracultura a cultura do mundo. nenhuma outra ideologia é mais atacada, desvirtuada quanto a ideologia judaico-cristão. Todas as demais ideologias que surgiram ao redor do mundo ao longo dos séculos, de alguma forma rechaçam princípios básicos da cosmovisão judaico-cristã. Não obstante é a cultura mais atacada no ocidente justamente nos países que foram formados por pessoas e ideais alinhados a ideologia judaico-cristã.

A primeira base da cosmovisão judaico-cristã é o não-conformismo com a cultura anticristã. Não se conformar significa não permitir ser amoldado ao modo vida contrário a palavra de Deus. Quando um cristão se conforma com o mundo, ele esta se amoldando a uma ou mais ideologias que pregam valores e conceitos que não se alinham ao evangelho de cristo.

A segunda base da cosmovisão judaico-cristã é a constante renovação do entendimento em relação à vontade de Deus para seu povo. A pratica da constante renovação do entendimento, tornar o cristão, um individuo consciente de seu viver e de seu impacto na vida em sociedade. Além disso, um cristão renovado em seu entendimento consegue experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para sua vida. Essa renovação faz com que o cristão veja a vida e o mundo ao seu redor através das lentes das escrituras sagradas, desta forma passamos a compreender a sociedade e o ser humano pela perspectiva de Deus.

Conclusão

Um aspecto fundamental para que a nossa mente seja renovada pela graça de Deus é a fé na verdade bíblica. Isso significa que Jesus e sua palavra deve viver continuamente em nós. Muitos cristãos vivem uma dualidade de vida. Separam o mundo espiritual do mundo físico. Criaram o habito de tirar a fé e os valores cristãos de seu modo de vida, quando envolve o trabalho, os estudos, o entretenimento ou a política social. É preciso reabilitar a verdade de Deus como única e absoluta. Toda nossa vida deve girar em torno do mundo espiritual e de nossa fé na palavra de Deus.

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros, físico e e-book, publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

As 10 Lições que aprendi com José

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

elias-pq

Anúncios