Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 2º lição da CPAD para a classe de Jovens do 2º trimestre de 2017.

revista de jovens 2017-2
Comentarista:César m. Carvalho

O  célebre evangelista Billy Graham  em uma de suas mensagens, assim falou: ‘se um cristão vive ou têm popularidade perante o mundo, tem algo errado com este cristão.’ O fato é que o mundo sempre foi o mesmo. Sempre esteve sob o controle maligno, logo se um cristão começa a se tornar popular perante os infiéis, é porque deixou de ser servo de cristo e passou a servir ao mundo. a verdade é que todo mundo odeia um verdadeiro cristão.

todo mundo odeia cristão
Todo mundo odeia um verdadeiro CRIStão..

Jesus ensinou através de dois exemplos o papel que ele espera que seus discípulos assuma perante o mundo. nestes dois exemplos, o mestre utilizou elementos do cotidiano das pessoas de sua época, entretanto, tais elementos continuam relevantes até os dias de hoje.

O Sal

Este elemento era um item essencial em qualquer cozinha no mundo antigo, ainda hoje é um dos principais temperos utilizados na culinária. Apesar do uso culinário, o sal tinha inúmeras utilidades na antiguidade, servindo de conservante para carnes e outros alimentos ou até como soldo dos legionários romanos, aliás, a palavra salário surgiu deste caso em que os soldados romanos recebiam sal como pagamento pelos seus serviços.

Jesus ao utilizar o exemplo do Sal, queria ensinar como deve ser o comportamento de seus discípulos perante o mundo secular, isto é, eles devem conservar o mundo da natureza humana a fim de que esta não domine completamente toda a moral, ética e pensamento humano. contudo, é importante se ressalvar que o sal, por mais conserve a carne, não impede que o processo de putrefação ocorra, apenas retardar sua velocidade. Esta é uma importante lição de Jesus para seus discípulos: por mais que lutemos para conservar a moral e ética cristã ainda assim não poderemos vencer o avanço da natureza humana sobre aqueles que vivem dominados por ela, isto significa que não é possível se construir um paraíso na terra, antes a igreja de cristo deve estar preparada aguardando a redenção que se aproxima. Enquanto isto não ocorre, devemos buscar ser o sal que impede a deterioração da humanidade, entretanto, lembrando que no processo devemos buscar o equilíbrio, nem muito salgado, e nem insípido.

A Luz

Jesus utilizou a luz para ensinar o lado b da lição acima. se por um lado o uso correto do sal, faz com que este desapareça no alimento em que esta sendo utilizado, a luz, pelo contrário, é notável quando é utilizada. No primeiro exemplo, Jesus utiliza um elemento, que age na discrição e no equilíbrio para influenciar o meio em que esta inserido, no segundo exemplo, a notoriedade se torna essencial para que fim seja alcançado. ao citar o fato de que impossuível se esconder uma cidade edificada sob uma colina durante a noite, visto que as luzes da cidade serão vistas ao longe, Jesus esta ensinando aos seus discípulos que haverá momentos em que precisaremos sair do anonimato e nós colocar sob uma grande arena de testemunhas que estarão observando os nossos passos e comportamento, contudo através do nosso exemplo devemos influenciar a mudança de vida do maior numero de pessoas, de modo que as trevas do pecado possam ser subjugadas pela luz de cristo em cada de seus discípulos.

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.Saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família. Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

elias-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com José

Anúncios