Você sabia que o Brasil pode se dividir em novos países nos próximos anos?Você sabia que Deus é o principal promotor da divisão de povos e nações? você sabia que os impostos excessivos foram utilizados por Deus para dividir uma nação? você sabia que Deus chamou um sonegador de impostos de homem valoroso?

Futuro mapa do Brasil.JPG

Recentemente o blogueiro e escritor Raiam Santos postou em seu blog um artigo explicando o porquê acredita que o estado de São Paulo deveria buscar a independência do Brasil. Raiam baseou seus argumentos em dois importantes conceitos, o primeiro na área financeira e o segundo na área fiscal.

Na área financeira ele cita o chamado conglomerate discount, uma situação onde uma empresa atua e diversos segmentos da economia e não se especializa em algo especifico, um bom exemplo é caso da Odebrecht que até pouco tempo atrás atuava em diferentes mercados além do mercado de construção civil, com a recente derrocada da empresa, boa parte deste portfólio foi vendido ou descontinuado.

Na área fiscal, Raiam, cita o caso dos países comunistas que faliram com a derrocada da URSS, especificamente a Iugoslávia, que se dividiu em inúmeras nações após a década de 80. Na época o comunismo foi mantido através do poder militar e do comércio que o país mantinha com o mundo, contudo no país os recursos eram concentrados na capital Belgrado, com a morte de Tito e com a queda na arrecadação, as demais repúblicas integrantes das Iugoslávia não aceitaram continuar bancado a sérvia, a principal republica e onde ficava a capital, para isso declararam independência uma atrás da outra, os sérvios por sua vez não gostaram de perder as galinhas de ovos de ouro e tentaram manter a unidade por meio da força militar.

Voltando ao caso específico de São Paulo, ocorre um fenômeno semelhante, desde a época do Brasil colônia, os paulistas foram os promovedores do crescimento nacional, seja através dos bandeirantes percorrendo o interior brasileiro e nesse processo abrindo estradas e descobrindo minas de ouro ou através das pequenas indústrias de alimentos que permitiu a extração de ouro não fosse interrompida por falta de alimento. Na época do Brasil império, a situação se repetiu, quando D.Pedro II sofreu um golpe de estado por parte das forças armadas, SP pagavam nesta época aproximadamente 20 mil contos de Réis, a unidade monetária da época, por outro lado só recebia 3 mil contos do que enviava ao Rio de Janeiro.Esta situação não mudou ao longo dos anos, ao contrário, em 2013 SP pagou 262 bilhões de reais em impostos e recebeu de volta 23 bilhões para ser gasto com sua população, em 2015, foram pagos 492 bilhões e receberam de volta apenas 35,obviamente, isso não continuará assim por muito tempo.

impostos-por-estado

Para algumas pessoas a divisão do Brasil é inaceitável, contudo este blog tem como finalidade analisar o estilo de vida atual através da bíblia, tirando da palavra de Deus, lições que possam ser úteis em nosso cotidiano. Voltando ao tema da independência de São Paulo, a bíblia nos dá 3 motivos para acreditar que isso pode ocorrer:

1º Deus é o principal promovedor da divisão entre povos e nações.

torre-de-babel

Pode ser chocante ler isso. Contudo antes que ache que estou inventado, leia o capitulo 11 de Gn:

A torre de Babel

Naquele tempo todos os povos falavam uma língua só, todos usavam as mesmas palavras. Alguns partiram do Oriente e chegaram a uma planície em Sinar, onde ficaram morando. Um dia disseram uns aos outros:— Vamos, pessoal! Vamos fazer tijolos queimados! Assim, eles tinham tijolos para construir, em vez de pedras, e usavam piche, em vez de massa de pedreiro. Aí disseram:— Agora vamos construir uma cidade que tenha uma torre que chegue até o céu. Assim ficaremos famosos e não seremos espalhados pelo mundo inteiro.Então o Senhor desceu para ver a cidade e a torre que aquela gente estava construindo. O Senhor disse assim:— Essa gente é um povo só, e todos falam uma só língua. Isso que eles estão fazendo é apenas o começo. Logo serão capazes de fazer o que quiserem. Vamos descer e atrapalhar a língua que eles falam, a fim de que um não entenda o que o outro está dizendo. Assim, o Senhor os espalhou pelo mundo inteiro, e eles pararam de construir a cidade. A cidade recebeu o nome de Babel, pois ali o Senhor atrapalhou a língua falada por todos os moradores da terra e dali os espalhou pelo mundo inteiro.

Deus ama a diversidade. O senhor jamais permitiu que sua criação desenvolvesse de forma homogênea. Entretanto ao lermos a história da torre de Babel, notamos que todas as pessoas presentes falavam a mesma língua e tinham a mesma cultura e partilhavam do mesmo objetivo, devido a estas pessoas serem descendentes diretos dos filhos de Noé, (lembra do dilúvio e da arca de Noé) por serem descendentes de uma mesma família e vivendo em uma mesma região, este povo alcançou o que os globalistas da ONU e da União Européia sonham a muito tempo: uma homogeneização do ser humano. Mas porque Deus não permitiu isso? 1º aquele povo queria ser reconhecido como Deus, em outras palavras, queriam ser reconhecidos como Deuses. 2º por detrás daquela obra faraônica havia um conceito do estado moderno e o mais importante:desde o início das obras, a organização estatal tentava se igualar a Deus.3º aquele povo evitava a diversidade, seja ela cultural ou individual e isso era contrário ao ato criativo de Deus, já que o mesmo criou o ser humano a sua imagem e semelhança, isto significa que Deus dotou o homem com uma centelha de seu espírito, para que este pudesse representar Deus na terra, entretanto, ao viver de forma homogênea e igualitária, o homem anula a singularidade do espírito de Deus e impede que a criatividade divina seja reconhecida em sua principal criação.

Por outro lado, quando diversos povos se reúnem sobre o controle de um estado ou de um único governo, o principal objetivo é afrontar a lei de Deus e se revoltar contra sua soberania. Exemplos não faltam na bíblia  , como a união das tribos de Israel sob o governo de um rei em detrimento do cuidado de Deus,o reino da pérsia que quase destruí os Judeus na época de Ester, o estado romano que matou a Jesus e seus imperadores que requeriam a adoração dada a Deus e por fim as nações sobre o governo do anticristo que tentaram destronar Deus de sua soberania.

2º movimentos coletivos que anulam a individualidade causam destruição.

comunismo-nazismo-fascismo-uguais.png

Repare, todo movimento coletivista que força a união dos indivíduos em uma sociedade forçada, acaba por Deixar um rastro de destruição e morte por onde passa. Desde os movimentos socialistas como o feminismo, Black Lives Matter, Eco ambientalistas, MST, e até mesmo as religiões que forçam os indivíduos a ser converterem, destroem ou tentam destruir todo tipo de individualidade que represente ameaça a sua doutrina ou grupo. Voltando a história de Babel, Deus ao misturar a língua falada por todo o povo, não criou apenas novos idiomas, mas também mudou a forma de pensar daquele povo. Foi à oportunidade dada por Deus para que surgisse a individualidade humana represada pelo coletivismo estatal. Mas o que isso tem a ver com SP? Desde o Brasil império, os paulistas tiveram presos a um governo central em uma cidade distante de seu território, as leis que regem os negócios e a vida do paulista nunca foram feitas em sua própria casa, mas em algum lugar chamado de capital federal, isso significa que estão presos em um sistema coletivo que não permite autonomia econômica e nem autonomia civil na questão judiciária, por outro lado, os paulistas sofrem uma constante espoliação massiva de seu trabalho, SP esta preso ao mais destrutivo coletivo que existe no Brasil: o governo federal, sua economia esta sendo dilapidada pela sanha arrecardatória de Brasília, a crise atual foi gerada na capital federal, contudo quem mais sofre com ela é povo de são Paulo.

3º Impostos excessivos geram movimentos separatistas

impostos-excessivos

A sentença acima deveria ser obvia para qualquer governante, entretanto, o poder federal representado por Brasília vive em uma bolha, se esquece das lições que a historia deixou.a própria bíblia demonstra o que os impostos excessivos causam.

Olha a história do rei Roboão, filho de Salomão, em 2 Cr 10:

A revolta das tribos do Norte

Roboão foi até Siquém, onde todo o povo de Israel se havia reunido para fazê-lo rei. Jeroboão, filho de Nebate, que havia fugido do rei Salomão e ido para o Egito, soube disso e voltou de lá. O povo das tribos do Norte mandou buscá-lo, e foram todos juntos falar com Roboão. Eles disseram:— Salomão, o seu pai, nos tratou com dureza e nos fez carregar cargas pesadas. Se o senhor tornar essas cargas mais leves e a nossa vida mais fácil, nós seremos seus servidores. Roboão respondeu:— Voltem daqui a três dias, e aí eu darei a minha resposta.Então eles foram embora.O rei Roboão foi falar com os homens mais velhos, que haviam sido conselheiros do seu pai, e perguntou:— Que resposta vocês me aconselham a dar a este povo?Eles disseram:— Se o senhor for bondoso, se tratá-los bem e der uma resposta favorável ao pedido deles, então eles serão seus servidores para sempre.Mas Roboão não seguiu o conselho dos homens mais velhos e foi falar com os jovens que haviam crescido junto com ele e que agora eram os seus conselheiros.— Que conselho vocês me dão? — perguntou ele. — O que é que eu digo a esse povo que está pedindo para que eu torne as suas cargas mais leves?Eles responderam:— Você deve dizer o seguinte: “O meu dedinho é mais grosso do que a cintura do meu pai! Ele fez vocês carregarem cargas pesadas; eu vou aumentar o peso ainda mais. Ele castigou vocês com chicotes; eu vou surrá-los com correias.”Três dias depois, Jeroboão e todo o povo foram falar de novo com o rei Roboão, como ele havia mandado. O rei desprezou o conselho dos homens mais velhos e falou duramente com o povo, como os jovens haviam aconselhado. Ele disse:— O meu pai fez vocês carregarem cargas pesadas; eu vou aumentar o peso ainda mais. Ele castigou vocês com chicotes; eu vou surrá-los com correias.Assim o rei Roboão não atendeu o povo. O Senhor Deus fez isso acontecer para confirmar aquilo que ele, por meio do profeta Aías, de Siló, tinha dito a Jeroboão, filho de Nebate.Quando os israelitas viram que o rei não ia atender o seu pedido, começaram a gritar:— Abaixo Davi e a sua família! O que foi que eles já fizeram por nós? Homens de Israel, vamos para casa! Que Roboão cuide de si mesmo!E assim os israelitas voltaram para as suas casas, deixando Roboão como rei somente do povo que morava no território da tribo de Judá.

 

Consegui perceber o que os impostos excessivos causam? Quando você lê a historia do rei Salomão, nota que o cara vivia em um luxo enorme, contudo, este luxo era mantido pelo trabalho do povo e se concentrava apenas na capital Jerusalém, enquanto isso o resto do país só era lembrado na hora de pagar impostos. Alguma semelhança com São Paulo? Por mais as 10 tribos separatistas fossem hebreias ainda assim não pensaram duas vezes em meter pé na bunda do rei e dos políticos de Jerusalém, agora, você não acha que isso poderia acontecer no Brasil com os paulistas e os estados do sul se revoltando e tornando se países independentes?

O lugar que mais dói em uma pessoa é no seu bolso. Quer fazer cara criar senso de urgência na vida? Deixe-o sem dinheiro, ele vai arrumar alguma coisa para fazer rapidinho. Agora quer fazer uma pessoa se revoltar? Taxe-a de forma abusiva e constante, tipo os portugueses vs. Os inconfidentes mineiros. Não demora muito, logo vem revolta e independência por ai.

Mas porque as pessoas se indignam com impostos excessivos, mesmo quando há uma boa taxa de retorno deles em serviços comunitários? Não maior parte das vezes, o pagador de impostos sente que esta sendo lesado, principalmente quando não há retorno deste tributo. No início é apenas uma raiva, daquelas que você sente na hora de pagar as altas taxas do IPVA do DETRAN, apesar de ter estradas esburacadas e saber que seu dinheiro serve apenas para manter funcionários portariados pelo governo devido a este fazer manobras políticas usando cargos públicos, contudo, com o tempo a raiva dá lugar a sensação de que esta sendo roubado e que precisa esconder seus bens, neste momentos o pagador de impostos se torna um sonegador em potencial. Foi o caso de Gideão que ao perceber que a espoliação dos midianitas era constante e não tinha como se defender dela, passou a esconder o seu trabalho dos olhos e das mãos do governo invasor da época.

Jz 6.1-12:

O povo de Israel pecou contra Deus, o Senhor, e por isso ele deixou que o povo de Midiã os dominasse durante sete anos. Os israelitas se escondiam dos midianitas em cavernas e em outros lugares seguros nas montanhas porque os midianitas eram mais fortes do que eles. Todas as vezes que os israelitas semeavam, os midianitas vinham com os amalequitas e os povos do deserto e os atacavam. Acampavam na terra e destruíam as suas colheitas até o sul, perto de Gaza. Não deixavam nada para os israelitas viverem — nem ao menos uma ovelha, uma vaca ou um jumento. Chegavam com o seu gado e as suas barracas e eram tão numerosos como gafanhotos. Eles e os seus camelos eram tantos, que nem dava para contar. Vinham para destruir a terra, e o povo de Israel não podia com eles. Então os israelitas pediram socorro a Deus, o Senhor.Quando eles oraram ao Senhor por causa dos midianitas, ele mandou um profeta, que lhes disse:— Assim diz o Senhor, o Deus de Israel: “Eu tirei vocês da escravidão do Egito. Eu os livrei dos egípcios e dos que lutaram contra vocês aqui, nesta terra. Expulsei os seus inimigos e dei a vocês a terra deles.Eu disse que sou o Senhor, o Deus de vocês, e que vocês não deviam adorar os deuses dos amorreus, que viviam nesta terra. Mas vocês não quiseram me ouvir.”Então o Anjo do Senhor veio e sentou-se debaixo de um carvalho que havia perto do povoado de Ofra. Esse carvalho pertencia a Joás, que era da família de Abiezer. O seu filho, Gideão, estava malhando trigo no tanque de pisar uvas, escondido, para que os midianitas não o encontrassem. Então o Anjo do Senhor apareceu a ele e disse:— Você é corajoso, e o Senhor está com você!

Voltando ao caso de SP, por mais que os paulistas sejam peritos em sonegação fiscal, a receita federal esta cada vez mais eficiente em descobrir onde o povo esconder o trigo dos olhos do governo, a não ser que haja uma diminuição e reforma fiscal, a pergunta que fica é esta:por quanto tempo os paulistas aguentaram pagar impostos extorsivos?

Não custa  lembrar o plebiscito do sul é meu país.

O_Sul_é_o_Meu_País.gif

Se este artigo gerou valor positivo para sua vida, eu tenho 2 livros publicados na Amazon que podem abençoar ainda mais a sua vida.saiba como venci a depressão e ansiedade e como aprendi a conviver em paz com a minha família.Baixe o aplicativo Kindle  gratuitamente para o seu Smartphone ou computador.

elias-pq

As 10 Lições que aprendi com o profeta Elias

jose-pq

As 10 Lições que aprendi com José

Anúncios