adolf-hitler-vendedor-ilusao
O mais conhecido vendedor de ilusão da história

Já repararam que existem algumas pessoas que tem um dom natural para persuadir outras a segui-lós não importam para onde? O exemplo mais conhecido foi Adolf Hitler que levou uma das mais cultas nações da história humana a embarcar em uma tragédia horripilante que nunca será esquecida, não só pela crueldade contra seres humanos considerados párias, mas também pelo fato de conseguir seduzir uma nação civilizada e desenvolvida, cuja história revelou para a humanidade importantes gênios, pensadores e inventores, uma nação que na 1º metade do século 20 foi a mais agraciada com prêmio Nobel devido ao ambiente cosmopolita e inspirador que criou ao longo de anos passados, contudo, se tornou presa da malícia do vendedor da Áustria que vendia um paraíso na terra.

adolf-hitler-e-seus-asseclas
O arquétipo do anticristo do século 20

Comecei este Post falando sobre Hitler, pois é o exemplo mais conhecido no mundo de um vendedor de ilusão, contudo, não quero escrever sobre ele e nem como se tornou o ditador da Alemanha, há inúmeras literaturas a respeito e acredito que você já conheça alguma delas, meu objetivo é explicar a você como resistir à lábia do melhor vendedor do mundo, Satanás, para isso usarei como exemplo a primeira ‘venda’ bem sucedida executada contra Eva.

Leia Gn 3.1-7:

A cobra era o animal mais esperto que o Senhor Deus havia feito. Ela perguntou à mulher:

— É verdade que Deus mandou que vocês não comessem as frutas de nenhuma árvore do jardim?

A mulher respondeu:

— Podemos comer as frutas de qualquer árvore, menos a fruta da árvore que fica no meio do jardim. Deus nos disse que não devemos comer dessa fruta, nem tocar nela. Se fizermos isso, morreremos.

Mas a cobra afirmou:

— Vocês não morrerão coisa nenhuma! Deus disse isso porque sabe que, quando vocês comerem a fruta dessa árvore, os seus olhos se abrirão, e vocês serão como Deus, conhecendo o bem e o mal.

A mulher viu que a árvore era bonita e que as suas frutas eram boas de se comer. E ela pensou como seria bom ter entendimento. Aí apanhou uma fruta e comeu; e deu ao seu marido, e ele também comeu. Nesse momento os olhos dos dois se abriram, e eles perceberam que estavam nus. Então costuraram umas folhas de figueira para usar como tangas.

 

1º vigie os seus pensamentos.

joaozinho
VIGIA…SRRSSRR

Antes de tudo, faça uma pergunta para si mesmo, é possível uma cobra falar? Enquanto você pensa a respeito, deixa lhe contar uma coisa: o início de todo o pecado ocorre na mente, isto significa que antes da ação de pecarmos, já premeditamos em nossa mente a ação pecaminosa, não obstante Jesus disse em Lc 6.45 que ‘a boca fala do que o coração [mente] está cheio’, em outras palavras aquilo que fazemos exteriormente reflete aquilo que somos ou temos em nosso interior, logo se temos pensamentos que agradam a Deus as nossas ações refletiram a nossa mente agradável a Deus, por outro lado, se temos pensamentos que desagradam a Deus as nossas ações não serão diferentes.

Voltando a pergunta que fiz, a cobra falou ou não falou? A bíblia relata que Deus fez a jumenta de Balaão falar, alguns séculos depois, o apóstolo Pedro vai reafirmar este fato em 2 Pe 2.16, contudo, a bíblia não diz que Deus deu capacidade a cobra para falar e não reafirmar este fato em nenhum outro lugar da bíblia a não ser no capítulo acima, além disso, Deus não  deu poder a satanás para usar este artifício, ao contrário, a bíblia relata no início do capítulo que a ‘cobra era o animal mais esperto que Deus havia criado’, o foco do versículo esta no fato de só Deus ter o poder de alterar os atributos de sua criação,como fez no caso da jumenta de Balaão, afinal ele é o arquiteto e construtor e tem todo o poder, logo, satanás não poderia ter feito a cobra falar pelo seu próprio poder ou sem autorização divina, portanto, afirmo que a cobra não falou de forma literal e humana conforme eu e você podemos falar, entretanto, o diálogo que a bíblia narra ocorreu na mente de Eva, o motivo que me levou a chegar a esta conclusão é inusitado: ao observar minha avó falar com os animais de estimação, notei que aparentemente eles entendem o que ela esta dizendo e interagem com ela dando sinais que estão compreendendo sua fala, ela, por sua vez, fala com eles como se estivesse falando com um ser humano e coitado daquele que disser que bichos não estão compreendo a conversa; Este fato me fez meditar no relato bíblico, Deus havia dado a Adão uma tarefa complexa: nomear toda a sua criação e cuidar do jardim, obviamente este trabalho consumia a maior parte do seu tempo, e pelo relato bíblico somente ele realizava aquele trabalho, a Eva cabia o trabalho de colher frutas e cereais para a refeição de ambos, o que denota que ambos trabalhavam distantes um do outro, só reunindo-se  na hora de comer e ao entardecer quando Deus vinha visita-lós; agora imagine uma mulher sem ter ninguém para conversar a maior parte do dia? Se levarmos em conta que a mulher tem uma necessidade maior de comunicação e sociabilidade em relação ao Homem e que Eva não tinha mãe, sogra, irmã ou amiga para conversar durante a maior parte do dia, os animais ao seu redor são a única fonte de interação que lhe resta, logo falar com animais se torna uma ação rotineira para Eva e imaginar que este animais estão compreendendo o que ela esta falando, não é tão difícil, ao contrário, a bíblia pistas de que foi isto mesmo que ocorreu, 1º a serpente só fala com Eva e apenas quando esta se encontra só; 2º quando Deus pune Adão e Eva, ambos tentam jogar a culpa para próximo, entretanto, ao punir a serpente, esta nada responde a Deus, até porque não era ela que Deus estava castigando e sim satanás que usou a sua imagem na mente de Eva e a bíblia afirma que antes da punição já haviam animais que rastejavam.

A necessidade de comunicação não suprida foi o terreno fértil para satanás lançar gatilhos de pensamentos anormais na mente de Eva, se esta tivesse procurado conversar com Deus ao invés de  soltar a imaginação conversando com animais, o pecado teria sido evitado.

2º controle sua curiosidade.

curiosidade-matou-gato
A curiosidade matou o gato.

A curiosidade é o único sentimento totalmente animal e terreno, é um sentimento neutro que pode tantos nos levar para perto Deus, quanto para se afastar dele. Depois de fazer Eva acreditar que esta falando com uma ‘amiga’, Satanás atiça sua curiosidade, ao perguntar um fato que ele já sabia a resposta, faz com que Eva questione o porquê daquela ordem existir e se de fato aquilo era verdade, afinal Deus havia dado a ordem a Adão antes de ter criado Eva, com isto, coloca em cheque a certeza que a mesma tinha sobre o assunto e a confiança que esta tinha em Deus e no marido, a parti daí a dúvida (que origina o pecado) toma conta, a curiosidade em descobrir a resposta definitiva faz o resto.

3º observe a natureza do vendedor.

lobo-com-capa-de-ovelha
Esses caninos pra que serve?…

Interessante que enquanto Eva conversa com a cobra não nota algo que está errado: a serpente fala a língua dela, parecer ser mais inteligente do que ela e se comporta como um ser racional. Algo totalmente anormal que, no entanto, Eva vê como comum. Satanás quando esta buscando tirar alguém da presença de Deus se comporta de maneira simpática e finge ser um anjo de luz, ele tenta fazer com que o pecado ou situações que levam ao pecado tenham o aspecto de algo normal, comum, porém uma melhor reflexão sobre o assunto mostra a real natureza da situação. Foi o que aconteceu com Neemias Ne 6.10-14, quando um profeta subornado por seus inimigos tentou fazer com que o mesmo pecasse contra Deus e perdesse o respeito do povo, levando o acreditar que deveria se esconder no templo do senhor, mesmo que a lei de Deus proibisse este ato, entretanto, Neemias refletiu sobre aquilo e percebeu que era uma armadilha, é justamente isto que satanás tentar evitar que todo o ser humano faça: reflita sobre as conseqüências de seu pecado.

4 º evite ficar sozinho.

fobia-de-multidao-350x262
Cuidado com a solidão

Satanás tentou Eva quando a mesma estava distante de Adão, ele se aproveitou da necessidade que a mesma tinha de conversar  e pelo fato de Adão não fazer isso (ele trabalhava boa parte do dia e só ao entardecer voltava para companhia de Eva e recebia a visita do senhor Deus) proporcionou a mesma a solução de uma necessidade emocional(companheirismo) e não só isso,ainda falou aquilo que ela queria o ouvir e a convenceu a pecar contra Deus. A bíblia relata que Jesus foi tentador por satanás quando estava só, o motivo é simples: quando estamos sozinhos, se torna fácil para ele convencer-nós de que ninguém esta vendo o que fazemos ou que ninguém se importa conosco, logo, não devemos dar satisfação a ninguém a respeito de nossa conduta, por fim, não há ninguém que Deus possa usar para nós orientar a respeito do que fazer, nestes casos, a única coisa que impede o pecado é ação do espírito santo, através do viver da palavra de Deus em nossas vidas.

 

Anúncios