Israeli boy
A nação especial

Oi, leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 5º lição da CPAD para a classe de Jovens do 4º trimestre de 2016, aliás se não leu a 4º lição clique aqui.

licoes-biblicas-de-jovens-do-4-trimestre-de-2016
Comentarista: Thiago Brazil

Já reparou que existem algumas pessoas que tudo que elas colocam as mãos prosperam? Seja para bem da comunidade ou para mal da sociedade, essa pessoas tem uma vocação natural para fazer as coisas acontecerem, geralmente conseguem inovar e romper paradigmas como se nada demais estivesse acontecendo ao seu redor.

Você já deve ter visto ou ouvido falar de alguém assim, mas já ouvi falar de uma nação assim, formada de pessoas que agem fora dos padrões da época e conseguem obter sucesso? O estado de Israel atual é formado por pessoas assim, tanto no passado, quanto no presente, judeus e seus descendentes revolucionaram praticamente cada aspecto da vida humana, tanto positivamente quanto negativamente.

No mundo espiritual não é diferente, Israel tem um importante objetivo: adorar exclusivamente a Deus, aliás, os judeus marcaram o mundo exatamente por isso, por serem o primeiro povo monoteísta, as 3 principais religiões monoteístas tiveram influência direta dos judeus: o Judaísmo, o Cristianismo e o Islamismo foram direta ou indiretamente influenciado pela fé Judaica em um único Deus.

1-Israel povo de Deus, por Deus e Para Deus

Se você conhece a história bíblica de Israel, percebeu que toda ela foi feita através de milagre? Se não observou, sugiro que leia Gênesis e Êxodo, os dois primeiros livros da bíblia sagrada, tudo começou com Sara, uma idosa de 90 anos que até então era estéril, seu filho Isaque casa-se com outra mulher estéril e depois de 20 anos de oração e tentativa, finalmente consegue dar a luz a duas crianças briguentas, diferentes entre si, mais tarde a mais nova das crianças, Jacó, se torna segundo a vontade divina, o herdeiro da promessa feita Abraão, posteriormente, sua descendência se torna gigante no Egito onde também se torna escrava dos egípcios, entretanto, Deus levanta um libertador do meio do seu povo, Moises, que lidera o povo rumo a terra prometida por Deus a Abraão.

Do ponto de vista humano Israel tinha tudo para dar errado, entretanto, para que ficasse claro, que era a mão de Deus que dirigia seu povo, as dificuldades foram vencidas, os escravos se tornaram formidáveis guerreiros no deserto do Sinai, venceram 31 reis na palestina e chegaram no lugar que Deus havia prometido, resumindo, a história de Israel é testemunho do poder divino.

Contudo cabe aqui uma pergunta, por que Israel? Deus não poderia ter escolhido qualquer outra nação e ter feito desta nação seu povo? Uma das coisas mais difíceis para qualquer cristão ou leitor da bíblia entender, é o tema soberania Divina. Todos nós temos uma vaga noção de justiça e acreditamos que as coisas têm de acontecer conforme os nossos olhos vêem, entretanto, não é assim com Deus, segundo o profeta Isaías, os pensamentos divinos estão em uma escala superior à capacidade da mente humana de pensar e conjecturar, isso significa que a vontade divina e seu poder de escolha também o são, o que cabe a nós seres humanos é fazer conforme Jesus ensinou na oração do Pai nosso, na parte em que diz “que seja feita tua vontade, quanto terra como é no céu”.Contudo Deus pela sua graça nos deixa algumas pistas acerca de seus planos, e um deles é bem claro: Israel foi criado para louvor de seu nome.Deus não pode ser adorado por si mesmo, não há outro maior ou igual a ele para lhe render gloria, adoração e louvor, por isso criou humanos e anjos a fim de adora-ló pelo que ele é e pelo que ele faz, Israel é um dos protagonistas do plano divino de adoração.

2 A formação e a separação de Israel

Já observou que tudo na vida tem prazo de validade? Seja o dispositivo eletrônico que você esta lendo este Post, ou mesmo a comida que você come suas roupas, você… Pois é tudo que conhecemos e construirmos no mundo físico não é eterno, na vida espiritual tem algumas situações parecidas, muitas vezes Deus abre uma porta que naquele momento especifico de sua vida é uma bênção, entretanto, com passar do tempo você percebe que a benção já não te traz alegria como fora no inicio, ao contrário você percebe que a porta que Deus abriu no passado esta se tornando um fardo é como se aquilo estivesse te prendendo e não permitindo que você siga enfrente, pois foi exatamente isso que ocorreu com o povo de Israel, a bíblia relata que Deus avisara o patriarca Abraão a respeito que sua descendência seria escravizada no Egito, mais tarde o plano divino leva Israel (Jacó) e sua família ao Egito devido à fome, nesta ocasião Deus prepara o jovem José para recepcionar sua família nas terras egípcias, mas observe isto: quando os primeiros hebreus desceram ao Egito, eram homens e mulheres livres, foram devido à seca que atingia a palestina, foram recebidos como visitantes Vips pelo faraó hicso da época que tinha em comum com os hebreus, a origem semântica da língua e antepassados comum, contudo, com o passar do tempo os visitantes, deixaram de ser bem vindos e passaram a ser uma espécie de quinta coluna aos olhos dos faraós de origem africana, afinal aquele povo tinha vindo com os invasores hicsos, tinham vestes semelhantes e falava uma língua semelhante, o resultado que esta associação com os hicsos os tornou indesejáveis, contudo, os hebreus tinham uma importante participação na economia egípcia, eles eram Expert na criação de gados, afinal os egípcios odiavam a pecuária da época, desta forma a única solução ‘razoável’ para os governantes egípcios era tirar a liberdade dos hebreus, o relato bíblico não diz quando ocorreu esta mudança, mas dá uma pista de como foi: os hebreus perderam sua liberdade aos poucos, dia após dia, perdia um direito, até que perderam todos os direitos que tinham ao ponto de não poderem mais adorar a Deus como fizeram seus Antepassados.  Esta é uma lição que devemos guardar para as nossas vidas, algumas portas abertas por Deus tem prazo de validade, não podemos nós apegar as bênçãos, devemos confiar no senhor que pode suprir nossas necessidades, para o povo de Israel, não foi fácil se esquecer da zona de conforto que tinha no Egito, neste caso a bênção passada se tornara um empecilho para o principal motivo de Israel existir: Adorar a Deus.

3-Somos a nação da cruz

Toda pessoa que venceu na vida conseguir aprender com os erros dos demais ao longo de sua trajetória, até porque nossa vida é muito curta para temos tempo de aprender com os nossos próprios erros, na vida espiritual não é diferente, Israel é o melhor exemplo para a igreja de cristo a respeito do que fazer e do que não fazer, quando se trata de agradar a Deus, tanto na obediência quanto na desobediência, Israel foi premiado e punido por Deus, os cristãos de todos os tempos e de todos os lugares devem aprender com os erros e acertos do povo hebreu, afinal a nossa vida é curta.

Uma pergunta que cada cristão precisa fazer para si mesmo,  é a seguinte: eu estou vivendo segundo o plano de Deus para minha vida? Os hebreus ficaram conhecidos no mundo como primeiro povo  a ter um fé monoteísta, o mesmo cabe a nós cristãos, devemos ser conhecidos pela nossa fé na vontade de Deus.