maos-dada-pai-e-filho
obediência => andar junto

Oi leitor pra você que chegou neste Post, o título acima corresponde a 2º lição da CPAD para a classe de Jovens do 4º trimestre de 2016, pretendo postar neste blog, meu comentário sobre a lição semanalmente;

licoes-biblicas-de-jovens-do-4-trimestre-de-2016
comentarista: Thiago Brazil

Você já deve ter lido a famosa passagem do evangelho de João 4.24 “Mas virá o tempo, e, de fato, já chegou, em que os verdadeiros adoradores vão adorar o Pai em espírito e em verdade. Pois são esses que o Pai quer que o adorem”,  essa é uma das passagens mais conhecidas da bíblia, contudo, pouco entendida, basta dizer que texto acima, incluem dois tipos diferentes de louvar a Deus, o primeiro tipo é adoração em espírito, a forma mais fácil de adorar, o segundo tipo, adoração em verdade, a forma mais difícil de adorar a Deus.

Para que você entenda, adorar a Deus em espírito é a forma mais fácil, pelo fato de todo o ser humano ter em si o desejo de adorar, todos nós formos criados com um espírito de adoração, com o desejo de render louvor para alguém ou para algo, é neste ponto que esta problema da raça humana, devido ao pecado, temos a tendência natural de adorar a criatura e não ao criador, conforme o apóstolo Paulo descreve em Rm 1.23 “Em vez de adorarem ao Deus imortal, adoram ídolos que se parecem com seres humanos, ou com pássaros, ou com animais de quatro patas, ou com animais que se arrastam pelo chão.”, por outro lado, a adoração em verdade significa adorar através do nosso testemunho de vida, isso significa duas situações: 1º as pessoas que estão ao nosso redor, deve ver em nós o viver de cristo, a ação do espírito santo, e através disso louvar a Deus por meio de nosso exemplo de vida, foi assim com Eliseu e a sunamita, Elias e a viúva de Sarepta, e tanto outros exemplos bíblicos; 2º não basta apenas as pessoas ao nosso redor testemunhar que de fato somos cristãos, Deus, também precisa ver isto em nós, alguns exemplos disso na bíblia são Enoque, Elias, Jó,Daniel, todos estes alcançaram a aprovação divina no seu modo de vida, entretanto, alcançar tal aprovação não é fácil, afinal, Deus não se pode enganar, no salmos 139, diz que ele nós conhece antes mesmo de nascer e sabe todos os nossos atos, por este motivo, que adoração em verdade ou adoração testemunhal é a mais difícil de oferecer ao senhor, afinal, tal adoração exige obediência.

Beleza, se você conseguiu entender este versículo bíblico podemos seguir adiante:

1- o povo que desaprendeu a obedecer e a adorar

Deus da liberdade para as pessoas escolherem a obediência ou a revolta, sempre foi assim desde o principio, mesmo no céu, Deus deu liberdade de escolha para os anjos, incluindo lúcifer, e todos aqueles que decidiram segui-lo, não foi diferente com o povo escolhido, Deus os tirou do Egito, sustentou no deserto, lhes deu a terra prometida e deixou uma proposta de vida, obedecer suas leis e viver prosperamente, desobedecer e receber o castigo divino, o resultado da escolha esteve relacionado ao nível de intimidade e conhecimento que o povo tinha com Deus, quanto maior era o conhecimento e intimidade, maior era o nível de obediência, quanto menor era o conhecimento acerca do Deus dos patriarcas, maior era a revolta do povo contra a lei divina.

ceu-ou-inferno-escolha
a escolha que todos nós fazemos ao longo da vida

Isso não mudou em relação à igreja de cristo, por mais que estejamos vivendo sob a lei da graça de Deus revelada em Jesus, o paradoxo conhecimento vs. Obediência continua valendo, na medida em que os cristãos conhecem e vivenciam a palavra de Deus em sua vida, maior é o nível de obediência em relação aqueles que pouco conhecem o senhor e sua palavra, um bom modo de se observar o paradoxo da obediência relacionada ao conhecimento é identificando a opinião da pessoa em relação ao seu corpo. Quanto mais ela conhecer ao senhor, mais ira buscar manter seu corpo físico saudável e longe do pecado, afinal, não é apenas uma carcaça que abriga alma e espírito, mas sim o templo do Espírito Santo, isto é, um local consagrado a Deus para sua exclusiva adoração;

corpo_prostituicao
quando templo dos espirito se torna o templo dos desejos carnais

Por outro lado, quando não conhecemos ao senhor ou vivemos uma vida superficial, o resultado é que o pecado começa a se tornar rotina, entretanto, o pior é que além do ato pecaminoso, a pessoa perde uma dos sentimentos mais saudáveis que existe no ser humano quando esta em dose equilibrada: o medo;

0934-america30-04
haja coragem!

Por mais incrível que pareça, Jesus falou mais do inferno do que no Céu nos evangelhos, o motivo: as pessoas tendem a reagir rápido em relação ao medo do que qualquer outro sentimento, além disso, o medo nós mantém vivos e saudáveis, por exemplo, ninguém em são consciência pula de um prédio de 30 metros, pois tem medo de morrer, com exceção de suicidas que por sua vez perderam a vontade de viver, neste caso o desespero por final anula o medo da queda e morte, entretanto, a inúmeros exemplos de atitudes que tomamos ou deixamos de fazer em virtude do medo que estas causam de perdemos a vida ou algo que para nós é importante, resumindo, o medo em dose equilibrada nós mantém vivo, voltando a lição e a rotina que pecado causa nas pessoas, a falta de medo da punição divina, faz com que as pessoas não se importem mais com Deus e nem com sua vontade, neste caso se torna rebeldes irreconciliáveis com Deus, a semelhança de Satanás, não obstante, o apóstolo Paulo escrevendo aos Romanos 1:24 diz que Deus abandonou estas pessoas aos seus desejos carnais com isso toda sorte de loucura e perversão é gerado na mente humana, o resultado da falta de medo pode ser definido assim:

perversao
quando o desejo se tornar senhor
  •  perdemos a graça divina sobre nossas vidas
  •  o poder de Deus deixa nossas vidas
  •  vícios e problemas que poderiam facilmente vencer se tornam correntes que nós aprisiona.
  •  a miséria vem sobre nós.

2- quando adorar e obedecer são sinônimos

Se você leu e entendeu o que significa “adoração em verdade” já deve saber que é impossível ser um verdadeiro adorador sem adorar com testemunho de vida cristã onde de fato ocorreu um novo nascimento e uma vida regenerada pelo sangue de cristo, neste caso uma adoração que de fato seja recebida por Deus envolve mais do que lábios que confessam seu santo nome, e necessário que seu nome seja santificado no viver do adorador. Mas o que dizer então de pessoas que louvam ao senhor, entretanto, seu viver é uma afronta a palavra de Deus?

marido-e-marido
marido e…esposo

A bíblia é clara a respeito disso, o senhor sente mais prazer em obediência a sua vontade, do que em hinos ou sacrifícios ofertados a ele, até porque quando se trata de louvor, os anjos que assistem na presença do senhor Deus fazem isso 24 horas por dia com maior grau possível de qualidade e sem nenhum pecado, por outro lado, sacrifícios têm como objetivo cobrir  pecado e  enfraquecer a natureza humana, em si não são cultos de adoração ao senhor, mas um pedido de ajuda, por fim, a pessoa que diz adorar porém não vive conforme a palavra de Deus, esta rejeitando a responsabilidade que todo adorador tem ao oferecer um louvor ao senhor: o mais santo e agradável possível.

codeiro
o exemplo de qualidade da oferta de paz exigido na antiga aliança

3- adorando a Deus no dia a dia

A medida que  você leitor, conhecer a bíblia, vai perceber que ela é um livro de princípios e não de regras, isto significa que para toda e qualquer área da vida humana, a bíblia terá um princípio de ação e reação baseada na vontade de Deus para o ser humano, um dos princípios bíblicos é que o ser humano é complexo na sua existência, ele não pode separar seu corpo,sua alma e seu espírito enquanto estiver em vivo, isso significa que aquilo que fizer em seu corpo afetará seu espírito, o mesmo ocorre com sua vida espiritual, aquilo que vivenciar espiritualmente terá impacto em sua saúde física e emocional.

1984-livro
excelente leitura..

Tal situação implica que não é possível viver uma vida dupla, isto é viver com dois modos de vida diferente, um cristão e outro mundano, ou se agrada a Deus ou se agrada ao mundo, aliás, este foi o problema de Israel ao longo da história narrada na bíblia, o duplipensar, termo criado por George Orwell, no romance distópico, 1984, significa duas idéias contraditórias na cabeça e a tentativa de vivenciar as duas ao mesmo tempo, no caso, Israel não sabia se servia a Deus ou aos deuses pagãos, um bom exemplo foi o caso do profeta Elias no monte Carmelo no desafio aos profetas de Baal pela fidelidade do povo a um só senhor. Infelizmente, ainda hoje, existem algumas pessoas cristãs vivendo com este tipo de confusão mental, principalmente no campo da idéias políticas, onde o ‘cristão’ apóia partidos ou pessoas que vivem e promovem políticas anticristãs e antibíblicas através do poder coercitivo do estado, afetando aos cristãos e suas famílias;

cristo-antisocialismo
uma mistura que nunca deu certo
guevara-anticristo
Zombaria nível Hard

Conclusão

Se você entender que sua vida é um instrumento de adoração ao senhor, isto significa: seu trabalho, suas amizades, seu relacionamento amoroso, seu campo de estudo e suas emoções, tudo isso se tornar oportunidades de adorar e louvar a Deus, como também oportunidade de ganhar a aprovação divina e humana no seu modo de vida, entretanto, será necessário obedecer a palavra de Deus e sua vontade específica para sua vida, a medida que entender isso vai ocorrer o que apóstolo Paulo receita a igreja de Roma na respectiva carta: Rm 12.2 “Não vivam como vivem as pessoas deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma completa mudança da mente de vocês. Assim vocês conhecerão a vontade de Deus, isto é, aquilo que é bom, perfeito e agradável a ele.”

Anúncios